Na última quinta-feira (21), o YouTube divulgou novas formas de ganhar dinheiro na plataforma. O anúncio foi feito na  VidCon, maior evento de vídeos do mundo, nos EUA. Neal Mohan, diretor de produtos do site, disse que o YouTube oferecerá outros formatos de publicidade e permitirá que os criadores cobrem assinaturas mensais do canal. Facebook e Instagram também anunciaram renumerações semelhantes esta semana. "A maioria das receitas é proveniente de nossos parceiros de publicidade", disse Mohan em um post após a palestra da VidCon. "Continuaremos investindo nisso, mas também queremos pensar em alternativas". Ano passado, o YouTube americano testou novas formas de monetização, como o "Super Chat". A função permite aos fãs comprarem mensagens que se destaquem nos bate-papos de lives. Segundo Mohan, os criadores poderão oferecer afiliações no canal, cobrando taxas mensais em troca de benefícios personalizados como transmissões ao vivo e vídeos extras. Nos EUA, o custo é de $4,99. Um grupo seleto de youtubers está participando do programa de testes conhecido como Sponsorhips (Patrocínios). O benefício estará disponível para canais com mais de 100 mil inscritos. Para os influenciadores americanos, o YouTube fez uma parceria com a Teespring, que oferecerá aos criadores a opção de venda de 20 produtos personalizados que vão desde camisetas com logotipo até capinhas para celulares, vendidos na "prateleira" do canal. Joshua Slice, criador de "Lucas, the Spider", transformou o personagem do canal em pelúcia, vendendo mais de 60 mil unidades e gerando lucro de mais de US $ 1 milhão em 18 dias. A função já está disponível para canais americanos com mais de 10 mil assinantes. youtube Mohan também divulgou o recurso chamado Premiere, que permite que os criadores façam lives antes de postarem vídeos novos no canal. A função cria automaticamente uma página de destino pública para que os fãs assistam a premiere e conversem com o influenciador. As premiações também desbloqueiam novos fluxos de receita. Pela primeira vez, os criadores de conteúdo podem usar o Super Chat nos uploads tradicionais do YouTube e aproveitar os benefícios dos membros do canal que anteriormente só estavam disponíveis em vídeos ao vivo. A função está sendo lançada esta semana na versão americana e estará disponível em breve. Fonte Sobre nós A influu é o ecossistema feito para influenciadores digitais. Com foco na monetização e profissionalização dos novos formadores de opinião, a empresa se divide em três áreas: criação de conteúdo para o blog, redes sociais e YouTube, realização periódica de eventos por todo Brasil e mediação entre influenciadores e marcas para campanhas de marketing.

Para entrar em contrato, mande um e-mail para [email protected]

Fernanda Campos

Fernanda Campos Almeida tem 23 e é graduada em jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie. Atua como criadora de conteúdo, assessora de imprensa e fotógrafa na influu.