Trilha sonora ou música de fundo nada mais é do que uma música que você acrescentará na edição do seu vídeo. Ela ficará bem mais baixa do que a sua voz, até porque o importante é ela não se destacar. Então qual é a função dela? Parecido com o cinema, a trilha sonora servirá como um elemento estético que engrandecerá a obra. No caso do YouTube, ter um influenciador falando sem som de fundo durante 10 minutos será cansativo e monótono. Logo, essa música ajudará no engajamento do público com o conteúdo e trará um sentimento para esse. Mesmo que essas pessoas não percebam isso. Na verdade, para a plataforma, a boa trilha sonora é aquela que não é percebida pelo espectador. O foco do vídeo é sempre o conteúdo do youtuber. Essa música está ali para engrandecê-lo e não superá-lo.

LEIA TAMBÉM: Dicas para gravar com duas câmeras

Pode usar qualquer música de fundo?

A regra de direitos autorais para trilha sonora é a mesma de imagens, vídeos e qualquer outro elemento: só pode usar se for produzida pelo próprio youtuber ou se for de uso livre. No caso da música de fundo, deve ser utilizada a chamada "trilha branca". Essas são trilhas que podem ser usadas por qualquer pessoa e são encontradas em bibliotecas musicais online. Para o YouTube é ainda mais simples, pois ele tem a própria biblioteca com essas trilhas brancas. Nela, além de músicas são encontrados efeitos sonoros. Use à vontade.

Qual trilha sonora usar?

Não há uma regra para esse elemento, mas gosto de ressaltar duas possibilidades. A primeira opção é utilizar sempre a mesma trilha para o canal, porque dessa forma você criará uma identidade sonora em seus vídeos. Ou seja, será algo que trará harmonia ao seu público, como uma marca da conta. A segunda é escolher sempre uma música que dialogue com o conteúdo do vídeo. Quer dizer, se ele é mais divertido, use uma música mais alegre. Caso seja mais sério, coloque um som mais tenso. Sobre nós A influu é o ecossistema feito para influenciadores digitais. Com foco na monetização e profissionalização dos novos formadores de opinião, a empresa se divide em três áreas: criação de conteúdo para o blog, redes sociais e YouTube, realização periódica de eventos por todo Brasil e mediação entre influenciadores e marcas para campanhas de marketing.

Para entrar em contrato, mande um e-mail para [email protected]

Victor Russo

Tenho 22 anos e sou formado em jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie. Sou criador de conteúdo da influu e cubro os eventos da empresa. Amo cinema e tenho um canal no YouTube, chamado 16mm, sobre o tema. Além disso, tenho um podcast sobre NFL chamado Goatopolis.