Os últimos anos foram marcados pelo crescimento explosivo do marketing de influência. E o engajamento nas redes sociais. Facebook, YouTube, Instagram são alguns dos lugares usados para criar uma marca pessoal e ser um influenciador. Mas, junto com o crescimento de ser um influenciador, surge também um conflito. Afinal, existe um discurso que caminha ao lado da palavra influenciador, como "se você não é um, então você é um fracasso". Isso porque não há um acordo sobre o que realmente faz alguém ser um influenciador. Muitos, como eu e você, estão perseguindo este título, mas sem ter ideia do que seja. Ou o por que deveria se preocupar em alcança-lo. Nesse caso, entramos em um embate. Sobre o que realmente vale ser um influenciador. E o que faz você ser um. Leia também: Como fazer uma campanha de marketing de influência

Seguidores 

Nesse meio, números fazem muita diferença. Algoritmos, seguidores, comentários, likes, visualizações. Tudo isso chama atenção, mas no fundo, isso não significa o todo. Como já informamos, seu engajamento é o que realmente importa. Seguidores não estão com você por toda a vida ou trabalho. Um deles pode se destacar e superar você na mesma plataforma. Por que não? Leia mais: Entenda porque manter a fidelização é melhor que conquistar público novo E você ter um milhão de seguidores não te faz melhor que alguém. A palavra "influenciador" também passa um pouco desse ar de superioridade, mas não é bem assim. Influenciadores podem mostrar uma vida online, mas são tão pessoas como eu e você. E saber isso é fundamental para seu trabalho como influenciador. Até porque fãs acreditam no seu discurso. Ou seja, se você pregar uma coisa e, em seguida, fazer algo diferente, pode deixar seu seguidor confuso. E ser incoerente é a pior relação que você pode ter com quem te acompanha.

Audiência 

Mesmo sendo influenciadores, não precisamos de uma audiência 24 horas. Apesar do influenciador ser uma figura pública, não é preciso a divulgação de todos os momentos da sua vida. O importante de ser um influenciador é entregar um conteúdo que agregue ao seu seguidor. Nesse caso, making of de novo projetos e novidades sobre novos conteúdos são mais importantes do que a vida dele em si. Seus seguidores vão ter mais prazer em ver um conteúdo que o agregue do que só seu cotidiano. Mas caso haja a necessidade de uma cobertura diária, é importante para o influenciador criar um conteúdo interessante em cima disso e não só falar da salada que almoçou. 

Faça conteúdo pelo motivo certo 

Acredite, muitos estão fazendo pelo motivo errado. Já mostramos aqui o poder do influenciador, então só fazer por fama, brindes e dinheiro não vai te levar para muito longe. Crescer como influenciador envolve objetivos e causas. Não existe nada errado em querer ganhar dinheiro com conteúdo na internet. Mas se essa for sua única visão para seu trabalho, é recomendável refletir um pouco mais. FONTE Sobre nós A influu é o ecossistema feito para influenciadores digitais. Com foco na monetização e profissionalização dos novos formadores de opinião, a empresa se divide em três áreas: criação de conteúdo para o blog, redes sociais e YouTube, realização periódica de eventos por todo Brasil e mediação entre influenciadores e marcas para campanhas de marketing.

Para entrar em contrato, mande um e-mail para [email protected]

Guilherme Pin

Jornalista, aspirante a crítico e roteirista de filmes, youtuber nas horas vagas e o Chandler M. Bing da roda de amigos.