Sejamos sinceros, há muito tempo não se fala mais no Tumblr. Entretanto, as últimas notícias deixaram todos apreensivos... será que o Tumblr vai realmente acabar? O que aconteceu foi que a plataforma anunciou que os conteúdos pornográficos serão banidos. A decisão começará a valer no dia 17 de dezembro. Porém, isso criou uma série de discussões. Nos últimos anos o Tumblr se tornou uma empresa conhecida por conter muito conteúdo com pornografia. Portanto, eliminar tudo o que envolve "imagens, vídeos e GIFs com genitálias humanas" poderia ser o fim do site.

O diferencial do Tumblr

O sofrimento dos usuários pode parecer estranho. Entretanto, acredito que dois fatores contribuam para esse movimento: 1 - O Tumblr - assim como o Orkut - fez parte de uma geração que estava descobrindo a internet. Por isso, o apego à plataforma é grande; 2 - Por mais que existam outros sites de conteúdo adulto na rede, o Tumblr mantém o anonimato. Além disso, o fato de que qualquer pessoa pode publicar no site, faz com que as fantasias mais bizarras possam ser compartilhadas e encontradas.

O anúncio

O anúncio da decisão foi feito por Jeff D'Onofrio - CEO do Tumblr. Isso foi feito pouco tempo depois do site ter sido removido do ar pela Apple. A punição foi justificada por uma acusação de que o site hospedava conteúdo relacionado a pedofilia. Para resolver o problema todo o conteúdo que possa ser relacionado a qualquer coisa sexual será removido da plataforma. O site afirmou que mamilos femininos podem aparecer se tiverem "conexão com amamentação, maternidade ou momentos pós-maternidade, ou relacionadas a questões de saúde, como pós-mastectomia ou uma cirurgia de confirmação de gênero".

Os argumentos

Os usuários do Tumblr não estão prontos para desistir sem tentar. Um dos primeiros argumentos a ser usado foi o fato de que é possível marcar o conteúdo como (+18). Isso, segundo eles, já seria uma solução para a problemática da pornografia. Além disso, há o fato de que se os robôs do Tumblr podem vasculhar a rede em busca de conteúdo pornográfico, eles também deveriam ser capazes de encontrar conteúdos compartilhados por pedófilos. Também foi argumentado o fato de que pessoas já tiveram conteúdos "inocentes" banidos, considerados impróprios. O que significaria que os recursos que o Tumblr está utilizando não são bons. Por isso, eles poderiam excluir muito mais do que o necessário. E é preciso citar a pesquisadora americana Casey Fiesler. Ela fez um estudos sobre o Tumblr. Em seu Twitter, a pesquisadora da Universidade do Colorado afirmou que esse banimento prejudica as minorias. Segundo ela, esses grupos usam o Tumblr para compartilhar informações sobre saúde, gênero e sexualidade. Para isso, fazem uso de imagens ilustrativas, que serão banidas do site. Os próximos passos da plataforma serão decisivos. Será que o Tumblr acabou? Fontes 1 e 2
Thaís

Thaís Dias do Carmo tem 24 anos, é formada em Letras português/italiano na USP e também é atriz. Na Influu atua na área de criação de conteúdo.