Os metadados são os principais responsáveis por classificar e qualificar o seu vídeo na busca do YouTube. Ou seja, eles determinarão a relevância do seu conteúdo de acordo com cada palavra-chave. São eles: título, descrição e tags. Além deles, outros elementos secundários, porém importantes, como cartões e telas finais podem entrar nessa conta também, ainda que sem a mesma força. Vale destacar que eles são os principais, mas não os únicos na hora de ranquear o seu vídeo. O número de likes e o tempo de exibição também terão influência, já que estes servem como métricas de relevância de acordo com o que o público achou do conteúdo. Por isso tudo que é fundamental ter um carinho especial com os metadados. Sem eles, é quase impossível crescer na plataforma atualmente. São estes que te possibilitarão concorrer com algum nível de igualdade contra canais maiores e mais antigos. Uma ferramenta que te ajudará na hora de criar tags e dizer se os metadados utilizados são bons ou não é o VidIQ. Mas caso você ainda não saiba qual é a forma correta de fazer os metadados, já fiz textos sobre cada um deles. Leia aqui: títulos, tags, descrição, cartões e telas finais. LEIA TAMBÉM: Como ganhar inscritos ao subir na busca?
Victor Russo

Tenho 22 anos e sou formado em jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie. Sou criador de conteúdo da influu e cubro os eventos da empresa. Amo cinema e tenho um canal no YouTube, chamado 16mm, sobre o tema. Além disso, tenho um podcast sobre NFL chamado Goatopolis.