Robson Calabianqui, do canal Irmãos Fuinha, que já se aproxima de 1,3 milhão de inscritos no YouTube, explica que o nome surgiu porque inicialmente ele começou fazendo vídeos com alguns amigos, que logo em seguida desistiram e deixaram Robson continuar sozinho. Apesar de estar no ar há menos de dois anos, o canal teve um crescimento rápido, sobretudo a partir de maio de 2016, "Eu estava com nove mil inscritos e invadi o programa do Pânico ao vivo de cueca, fiz um vídeo disso que gerou uma repercussão enorme e de lá para cá os meus vídeos começaram a ter mais visualizações e o número de inscritos não para de subir", conta o influenciador em entrevista realizada no 1° encontro influu. Veja a entrevista completa de Robson Calabianqui no evento da influu.

"Eu não estabeleço muito esse espaço entre fã e ídolo, prefiro tratar eles como amigos que reconhecem o meu trabalho, então se eles perguntam eu respondo, se vejo na rua eu abraço, brinco e tiro foto, enfim eu tento me manter mais próximo", explica o youtuber sobre a sua relação com os inscritos de seu canal. Atualmente, o canal Irmãos Fuinha passou de 20 vídeos com mais de 1 milhão de visualizações, entre eles, "Enchi uma piscina com 1200 bexigas de água" com mais de 3,4 milhões.

Victor Russo

Tenho 22 anos e sou formado em jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie. Sou criador de conteúdo da influu e cubro os eventos da empresa. Amo cinema e tenho um canal no YouTube, chamado 16mm, sobre o tema. Além disso, tenho um podcast sobre NFL chamado Goatopolis.