É recomendável que os influenciadores digitais sempre tenham uma rede social principal. Mas isso quer dizer que é para focar em apenas uma plataforma? Na verdade, não. Ter uma rede social principal significa que você deve produzir um conteúdo principal e mais elaborado para uma plataforma específica. Enquanto isso, as outras serão complementares. Não confunda complementar com de divulgação. Para isso, nada melhor do que usar um exemplo para explicar a diferença. Vamos analisar uma youtuber que tem como rede social principal um canal de beleza e maquiagem. O foco de seu conteúdo será produzir vídeos ensinando quais produtos usar, como usar, o que fazer e o que não fazer. Será por isso que ela será mais conhecida. Se ela utilizasse as outras plataformas como divulgação apenas, essa youtuber só faria posts nelas dizendo que tem vídeo novo no canal e mais nada. Ou seja, elas só serviriam para chamar o público para o canal do YouTube. rede social principal O problema dessa prática é que ela não utiliza o máximo do potencial de cada rede social. Se YouTube, Instagram, Twitter e Facebook (só para citar as principais) coexistem, é porque eles contém conteúdos diferentes, em formatos diferentes e para públicos diferentes. Isso quer dizer que, por mais que parte das pessoas sejam as mesmas, elas esperam coisas diferentes em cada plataforma. Por isso, produza conteúdos que se complementem nelas.

Conteúdos complementares

Voltando ao exemplo do canal de moda, essa youtuber poderia, por exemplo, utilizar o feed do Instagram para mostrar makes e locais que ela visita. Por ali, conseguiria ter uma proximidade maior com o seu público mais engajado e ampliar mais o conteúdo para todo o público feminino. E, no caso de mostrar produtos que recebeu de marcas, o Instagram é uma plataforma que funciona muito melhor do que o YouTube. Fazer um vídeo inteiro só para mostrar os produtos que ganhou de uma marca é muito tedioso e desinteressante. LEIA TAMBÉM: Como organizar o feed do Instagram para atrair seguidores Já no stories, o conteúdo pode ser mais pessoal, trazendo momentos do dia a dia. Enquanto o Twitter, é o melhor lugar para expressar suas opiniões sobre qualquer assunto. Independente do nicho do canal, é possível planejar diferentes e complementares conteúdos para todas as redes sociais. Por isso, o tema do próximo influuteco será justamente o planejamento de conteúdo.

Campanhas

Saber utilizar bem todas as plataformas abre portas na hora de campanhas. O Instagram, por exemplo, tem sido muito utilizado no marketing de influência, sobretudo o stories. Então, ter essa plataforma organizada e bem planejada trará visibilidade para campanhas tanto no Instagram quanto no YouTube, cada uma de acordo com o que estas redes sociais podem oferecer.
Victor Russo

Tenho 22 anos e sou formado em jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie. Sou criador de conteúdo da influu e cubro os eventos da empresa. Amo cinema e tenho um canal no YouTube, chamado 16mm, sobre o tema. Além disso, tenho um podcast sobre NFL chamado Goatopolis.