Game of Thrones e o copo da Starbucks. 

Toda publicidade é boa, isso é um fato. Entretanto, é preciso definir pelo que você quer ser lembrado. Por isso, vamos analisar o caso de Game of Thrones e o copo da Starbucks. 

Quem é influenciador digital sabe que essa não é uma profissão fácil. Você se esforça para produzir o melhor conteúdo possível. Se você é youtuber, provavelmente faz roteiro, escolhe o melhor local de gravação, se preocupa com roupa, maquiagem, iluminação. Portanto, acredito que a maioria dos profissionais da área deseja ser reconhecido pelo cuidado e não por erros. 

E é por isso que Game of Thrones e o copo da Starbucks são um case para ser usado de exemplo. Para começar, vamos explicar bem o caso para quem não faz a menor ideia do que eu estou falando. A série Game of Thrones está em sua última temporada, que só terá 6 episódios. A série é bem famosa e, como era de se esperar, essa última temporada está aparecendo em todo o canto. 

Por mais que você não assista a história criada por George Martin, é impossível não conhecê-la. Entretanto, o quarto episódio dessa última temporada agradou boa parte dos fãs, mas foi marcado por um erro. Em uma das cenas que foi ao ar, os fãs perceberam um copo que realmente parece ser da Starbucks. O que não faz nenhum sentido dentro do universo do programa. 

O assunto está sendo tão comentado que parece ter sido a coisa mais importante do episódio. E desejo reforçar uma coisa: esse episódio agradou aos fãs. Portanto, isso é uma grande prova de que não interessa o quão bom seja o seu conteúdo, alguns erros podem estragar a forma como os seguidores te olham. 

Outros exemplos

Hoje só se fala do erro de Game of Thrones, mas outras produções fizeram coisas assim. Vou citar dois exemplos brasileiros e há um motivo pra isso. As produções brasileiras usadas aqui como exemplo, ganharam tantos memes que elas ficaram marcadas e são reconhecidas pelo seu erro. 

O primeiro aconteceu na novela da Record "Os dez mandamentos". Você pode até não ter assistido à essa produção, mas provavelmente você sabe que filmaram um extintor de incêndio em uma das cenas. Convenhamos, é ótimo que a empresa tenha uma brigada de incêndio, mas é péssimo que um extintor apareça em uma história que se passa antes de Cristo. 

O outro exemplo é o de uma produção da Globo. A novela chamada "Novo Mundo" representava a época do Imperador D. Pedro I. Portanto, não deveriam ter celulares na telenovela, certo? Pena que a atriz Isabelle Drummond estava usando o celular não percebeu que haviam começado a gravar. Infelizmente - para a emissora - o público percebeu e criou uma enxurrada de memes.