Vários fatores alteram no cálculo da influência no Instagram do seu perfil e de outros usuários. E muito disso vai além do número de seguidores. Um dos fatores mais complicados de ser um influenciador é ter consciência de quanto vale o seu trabalho. E quanto você deve cobrar por ele. Há o risco de cobrar um valor alto e se comprometer com a empresa ou pedir um valor baixo e as pessoas duvidarem dele. Contudo, há uma forma de sair por cima. Por isso, vamos mostrar uma fórmula para calcular sua taxa de influência no Instagram.

O que cobrar por sua campanha e valorizar sua influência no Instagram? 

Caso você fique desconfortável ao falar de dinheiro, não sabendo quanto cobrar, fique tranquilo. A maioria das pessoas fica intimidada com esse assunto. Por isso é fundamental descobrir o quanto você vale e confiar nesse valor. O cálculo da sua taxa ajuda você se manter firme nas negociações e perceber quando uma campanha vale - ou não - o seu tempo e esforço. Na vida, haverá ocasiões em que você pode diminuir sua taxa pelo simples desejo de conhecer a marca. Mas é bom ter em mente que comidas, roupas e brindes não pagam suas dívidas. Negociar sua taxa de influência no Instagram parece algo complicado, mas é mais simples do que parece. Sua negociação precisa seguir uma fórmula simples, sendo preciso somar a taxa de distribuição com a taxa de talentos. O resultado dessa soma é o valor que deve ser cobrado.

Fatores da taxa de distribuição 

A taxa de distribuição nada mais é do que o valor da exibição do seu conteúdo em seus canais ou blog. Mas calma que esse valor não é algo fixo. Há cinco fatores que podem varia-lo. Contagem de seguidores: nada mais do que o número de seguidores (ou inscritos) que você tem. Mesmo que esse não deva ser o principal fator de venda, ainda assim é importante. Engajamento: é a porcentagem de seguidores que se envolvem com suas postagens. O valor vem da divisão do número médio de curtidas e comentários que você recebe pela contagem de seguidores. Isso fornecerá sua porcentagem. Ou veja diretamente no Analytics do Instagram. Conteúdo: se as marcas entrarem em contato com você, é porque seu conteúdo tem algum valor. Atualmente, influenciadores são profissionais em executar sozinhos as campanhas. E por isso devem ser compensados de forma justa. Reconhecimento: quando empresas de renome compartilham conteúdos de influência, a tendência é ter uma boa recepção do público. Mas quando essa campanha traz o rosto de um influenciador conhecido, a interação do público é ainda maior. E melhor. Independente do seu nicho, marcas pagam influenciadores também pelo acesso às suas habilidades. E usar habilidades requer tempo. E como sabemos, tempo é dinheiro. Demografia: quando vale a penas ter um nicho. Se a marca procura estudantes universitários que moram em determinado local, esse é o público. Por isso, dependendo do nicho que está sendo procurado, o influenciador se torna valioso.

Taxa de talento 

Esse é valor para você criar o seu conteúdo. Ou seja, o valor de seus gastos associados à campanha. Ou até a sua taxa por hora. Caso seja uma campanha com fotos, por exemplo, para calcular seu orçamento, é preciso saber o custo dos profissionais que vão trabalhar com você. Além do espaço, acessórios e roupas. Depois disso, é o momento de incluir sua taxa por hora. Caso você escreva um post para um blog, com fotos e vídeos, isso leva tempo. Caso esteja no começo, cobre um valor razoável por hora, mas passe a aumenta-lo conforme o tempo vai passando e sua experiência vai aumentando. Agora, com uma fórmula infalível em mãos, é hora de valorizar ainda mais sua influência no Instagram. Leia também: Saiba como vender seus produtos para seus seguidores do Instagram FONTE Sobre nós A influu é o ecossistema feito para influenciadores digitais. Com foco na monetização e profissionalização dos novos formadores de opinião, a empresa se divide em três áreas: criação de conteúdo para o blog, redes sociais e YouTube, realização periódica de eventos por todo Brasil e mediação entre influenciadores e marcas para campanhas de marketing.

Para entrar em contrato, mande um e-mail para [email protected]

Guilherme Pin

Jornalista, aspirante a crítico e roteirista de filmes, youtuber nas horas vagas e o Chandler M. Bing da roda de amigos.