Antes de saber qual é o melhor dia e horário para postar vídeos no YouTube, é importante entender o que você ganha com isso. Quanto maior for o "boom" inicial de views, maior a chance do seu vídeo ter mais visualizações. Além disso, dependendo do número de pessoas que virem o vídeo logo que ele for postado, há a possibilidade dele chegar à aba "Em Alta" do YouTube e ficar visível para milhares de pessoas, o que aumentará a chance de você ter ainda mais views. Apesar de não ser algo totalmente certo, há dias e horários com pico de visualizações, mas isso não interessa diretamente para o seu canal por um simples motivo: O público total do YouTube é muito diversificado, e não é necessariamente igual ao seu público-alvo. Por isso, o importante é saber quem são seus inscritos. Primeiramente, use a ferramenta YouTube Analytics, ela vai te mostrar qual é o gênero e idade dessas pessoas, além de detalhar os horários com mais visualizações em seus vídeos. Mas calma! Isso não vai definir ainda qual é o seu melhor horário de postagem, pois ele será reflexo das suas publicações anteriores. Você deverá analisar o seu público e fazer suposições. Por exemplo, se os seus inscritos são jovens, você tem de verificar o que pessoas dessa faixa etária fazem diariamente. Como a grande maioria estuda de manhã, nesse caso a melhor opção talvez seja postar à tarde. Caso os seus inscritos sejam adultos, que costumam trabalhar até umas 18h, o mais indicado pode ser umas 20h. Ao pré-estabelecer uma hora, o segundo passo é fazer testes. Suba os vídeos nesse horário por 2 semanas e averigue o desempenho. Depois faça o mesmo com outros dias e horários que você desconfie que possa ser eficiente. Cruze também a rotina do seu público-alvo com o conteúdo dos seus vídeos. Se o seu vídeo for de humor, pode ser uma boa ideia postá-lo às segunda-feiras, que costuma ser o dia mais estressante da semana. Se o seu tema for aulas e explicações sobre determinado assunto que requer atenção do espectador, possivelmente seja melhor às quartas e sábados, em que as pessoas estão mais tranquilas e com a cabeça mais descansada para focar e aprender. Uma última opção é a aproximação com o seu público. Pergunte a ele pelos vídeos, comentários ou até mesmo por outras redes sociais quando eles preferem. Conversar com seus seguidores sempre é positivo, porque eles se sentirão parte do canal. Tente identificar se uma parcela do seu público mora em outros países. Caso isso ocorra, não esqueça de levar em conta o fuso horário. Então, não se prenda ao que o YouTube divulgar como os horários e dias com mais acessos, já que isso varia muito ao passo que mais pessoas vão entrando na plataforma e, principalmente, porque cada canal é único e tem um público singular.
Victor Russo

Tenho 22 anos e sou formado em jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie. Sou criador de conteúdo da influu e cubro os eventos da empresa. Amo cinema e tenho um canal no YouTube, chamado 16mm, sobre o tema. Além disso, tenho um podcast sobre NFL chamado Goatopolis.