Todo youtuber já passou pela dificuldade que é gravar os primeiros vídeos. O primeiro passo em canais individuais é aprender a falar para câmera. Parece simples, mas naquele momento em que fica só você e uma câmera te "olhando" é muito comum as pessoas travarem. Isso é normal, pois não há interatividade, o que torna mais difícil ser espontâneo. Mas calma, isso melhora com o tempo. Você vai aprender a agir aos poucos. Aquilo vai se tornar algo normal. Tente imaginar que você não está ali sozinho, pense que aquilo está sendo dito para todo o seu público. No começo vai parecer estranho, haverá erros, mas é a partir deles que você vai evoluir. Reveja os seus vídeos várias e várias vezes. Seja crítico consigo mesmo. E não se esqueça de fazer o vídeo em vários takes. Principalmente nos primeiros vídeos, porque você não terá habilidade ainda. Filmar em mais de um take vai permitir com que você erre à vontade e grave quantas vezes for necessário cada passagem. É só acertar na edição.

Relação com o público

Outra coisa difícil de agir é: como falar para o público sem público? Isso é uma coisa que vale tanto para canais individuais quanto os com mais de um integrante. Em algum momento você vai fazer referência a outros vídeos seus que só teria assistido quem é inscrito no seu canal. Mas como você não tem público ainda, talvez pareça estranho. A maneira correta é agir sempre como se você tivesse pessoas te seguindo, tenha o seu canal 10 inscritos ou um milhão. Até porque, pessoas que se inscreverem no seu canal posteriormente podem retornar para ver esses vídeos antigos e pega bem você se portar com o público da mesma forma sempre. Passa a ideia de autenticidade, de pessoa confiável.    
É YOUTUBER INICIANTE OU DESEJA VIRAR INFLUENCIADOR? ACESSE O PASSO A PASSO PARA COMEÇAR UM CANAL DE SUCESSO E MANDE UM EMAIL PARA [email protected]
[yikes-mailchimp form="1"]
Victor Russo

Tenho 22 anos e sou formado em jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie. Sou criador de conteúdo da influu e cubro os eventos da empresa. Amo cinema e tenho um canal no YouTube, chamado 16mm, sobre o tema. Além disso, tenho um podcast sobre NFL chamado Goatopolis.