Entre milhares de conteúdos diários publicados no YouTube, existem vários que seguem uma mesma fórmula, mas que diferenciam pelo conteúdo. Isso é porque um robô está produzindo esses conteúdos e quem criou eles foi um brasileiro. Eu sei, é muita informação de uma vez só. Mas vou explicar tudo com calma. 

Esse tipo de vídeo possui uma vinheta de entrada e uma combinação de fotos, texto e música que falam sobre determinado tema. A partir disso, o programador e youtuber Filipe Deschamps teve a ideia de desenvolver um robô que faz esse trabalho por ele a partir de um tema. 

O projeto de Deschamps foi desenvolvido através da linguagem de programação javascript. Além de também utilizar Wikipedia, o Watson (plataforma de inteligência artificial da IBM), After Effects, Algorithmia e Node.js

Ele explicou que o projeto tem o obejtivo principal de oxigenar a tecnologia no Brasil. Segundo ele, todos os serviços digitais usados em empresas foram criados fora do Brasil. "Talvez o que falte pra gente é pensar grande, pensar com cabeça de tecnologia", explica. 

Leia também: Conheça as principais futuras tendências da Internet das Coisas

As funções dos robôs

Foi então que nasceu o seu sistema de inteligência artificial. Ele é formado por quatro robôs capazes de tal ação. E cada um dos quatro possui funções específicas. No caso, o primeiro é responsável por selecionar e tratar as informações do tema definido

O segundo é o responsável pelas fotos. Ele então realiza a pesquisa a partir do Google Imagens, realiza o download e o tratamento delas. O terceiro robô fica com o trabalho mais bruto, por assim dizer: a "edição" do vídeo. Nesse caso, ele fica responsável em juntar o texto com as informações, com as imagens, animação e áudio. 

Por fim, o quarto robô realiza o upload do conteúdo no YouTube. Além de subir o vídeo, ele também coloca o título, a descrição, os créditos e as tags

Sucesso e futuro do YouTube

Em fevereiro, o brasileiro postou um vídeo em seu canal explicando sobre o projeto. O conteúdo já atingiu quase 150 mil visualizações. E o canal de Deschamps está perto dos 50 mil inscritos

O brasileiro também chegou a ser selecionado pelo YouTube como o Creator On The Rise (criado em crescimento). Além de ter se tornado o primeiro canal dedicado a programação a entrar na lista do Trending do YouTube Brasil. 

Depois de conseguir esse sucesso, Deschamps passou a produzir uma série de vídeos desenvolvidos por robôs. E em seu canal, o brasileiro explica aos inscritos que desejam desenvolver o sistema em sua própria casa. "Essa abordagem pode ser adaptada para qualquer necessidade de vídeos, como para comunicação interna de empresa ou automatização de notícias", diz. 

Para o programador, seu próximo passo é conseguir aumentar a acessibilidade do seu canal. Tanto que já assumiu o compromisso de incluir legenda em seus novos vídeos para atingir mais público. 

Isso dá uma abertura para uma transformação na maneira como os vídeos na plataforma são produzidos. Não só na plataforma, como também na internet. Já que o mesmo sistema pode automatizar publicações no Instagram e no Facebook, por exemplo. 

FONTE

 

Guilherme Pin

Jornalista, aspirante a crítico e roteirista de filmes, youtuber nas horas vagas e o Chandler M. Bing da roda de amigos.