É comum a geração dos chamados Millennials (pessoas nascidas entre 1981 e 1997) não se apresentarem só pelo seus cargos que lhes dão maior renda. Essas pessoas são chamadas pelo termo "slashies". Os empregados slashies usam “barras” entre várias funções para incluir projetos independentes e atividades que, apesar de serem menos lucrativas, trazem identificação ou valor ao candidato. É uma forma de mostrar mais camadas dessa pessoa, além de enriquecer o seu currículo. Mas ser slashie não está necessariamente ligado ao currículo ou aos empregos mais tradicionais. No fundo, todas as pessoas são um pouco slashie. Dentro do mundo dos influenciadores, é bastante comum encontrar profissionais com essas características. Um dos melhores exemplos é Rafinha Bastos, que é Influenciador/Apresentador/Ator/Empreendedor. Ele ainda acumula outras funções que você talvez não conheça.

Influenciador/Youtube

Um dos precursores da profissão de influenciador digital, seu canal conta com mais de dois milhões de inscritos e tem quadros famosos, como o Oito Minutos, em que entrevista pessoas conhecidas durante oito minutos. Atualmente, começou o Ilha de Barbados, canal com os amigos e youtubers Cauê Moura e PC Siqueira. O Ilha conta com quase 700 mil inscritos em menos de um ano de existência. Em 2011, foi eleito pelo jornal The New York Times a personalidade mais influente do Twitter.

Comediante

Rafinha se apresentou durante cinco anos (2006-2010) no famoso bar Comedians. Seu show solo era A Arte do Insulto, com aproximadamente uma hora de duração, que depois se tornou o seu primeiro dvd. Em 2014, ele lançou o dvd Péssima Influência, o segundo show solo do comediante. Este vendeu mais de 60.000 cópias em apenas 2 meses.

Apresentador

A longa vida do humorista na TV aberta viveu altos e baixos. Ele ganhou reconhecimento nacional com o programa Custe o Que Custar (CQC), um mix de humor e jornalismo em que ele fazia parte da bancada principal ao lado de Marcelo Tas e Marco Luque. Além disso, ele também era repórter no quadro Proteste Já! que mostrava situações de descaso das prefeituras com a população nos mais variados estados. Graças ao sucesso do CQC, ele passou a apresentar também o programa A Liga, com uma viés mais crítico, que mostrava pessoas, profissões e casos que não são abordados constantemente na grande mídia.

Empreendedor

Ao lado de Danilo Gentili, ele fundou o Comedians, localizado na Rua Augusta, em São Paulo. O estabelecimento é o primeiro clube de comédia do Brasil.

Ator

Além de papéis na televisão, o influenciador já atuou em oito filmes, documentários ou curtas nos últimos 10 anos, como ator e roteirista. O mais recente é Internet: O Filme, longa-metragem protagonizado pelos maiores nomes brasileiros do YouTube. Além desse, Rafinha também esteve presente nos longas Mato Sem Cachorro, Mais Forte Que o Mundo e Copa de Elite.

Jogador de basquete

Talvez o que muita gente não saiba é que Rafinha ama basquete. Ele chegou a jogar profissionalmente e foi campeão gaúcho pelo Sogipa. Além disso, jogou na Liga Americana Universitária, a NCAA, pela Chadron State College.

Pai

Por último, mas não menos importante. Rafinha, como bom slashie, também é pai de Tom. Ele cita o filho constantemente em shows de stand up e em seus vídeos no YouTube.  

Quer ser um slashie também?

Os Slashies também estão em serviços autônomos, que não necessitam de contratações por parte de empresas. Um exemplo desse tipo de atividade é encontrado dentro de aplicativos para smartphones, como o TopBuzz. Esse app ainda é recente no país, mas já adquiriu vários adeptos brasileiros. Funcionando como um portal de notícias, qualquer um que saiba escrever bem pode participar. Basta criar uma conta, pesquisar por notícias e matérias atuais e escrever a sua própria. No Brasil, onde a taxa de desemprego ficou em 12% em dezembro de 2017 (dados divulgados pelo IBGE), a plataforma serve também como portfólio para futuras contratações. Em longo prazo, é possível até conseguir uma renda extra, pois o aplicativo disponibiliza uma remuneração se as matérias alcançarem boas visualizações. Não há número mínimo ou máximo de matérias necessárias e o redator pode começar ou parar quando quiser. Com 10 milhões de usuários, os redatores do TopBuzz tem contato direto com os leitores por meio da caixa de comentários. Para jornalistas e profissionais que trabalham com redação ou formação de opinião, é uma alternativa para demonstrarem talentos e um lugar para expor novas ideias sem censura. O aplicativo possui espaço para todo tipo de temática, desde notícias sobre política e economia até novelas e entretenimento. Para ser um criador de conteúdo na plataforma, não é necessário formação prévia em algum curso, apenas gostar de escrever. Os Slashies usam esse método para desenvolver habilidades relacionadas à escrita, jornalismo e atualidades. O aplicativo torna-se, então, um portfólio com comentários de leitores reais e complementa o currículo de quem está na busca por um emprego. FONTE: Fernanda Campos para Super Interessante  

Sobre nós

influu conecta influenciadores/youtubers e empresas/marcas de todos os tipos, tamanhos e orçamentos. Se você é um influenciador: nós encontramos empresas que queiram contratar seu trabalho. Se você é um representante de empresa: nós encontramos os influenciadores certos para alavancar seus negócios

Para trabalhar em campanhas, mande um e-mail para [email protected]

Para anunciar com influenciadores digitais, mande um e-mail para [email protected]

Victor Russo

Tenho 22 anos e sou formado em jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie. Sou criador de conteúdo da influu e cubro os eventos da empresa. Amo cinema e tenho um canal no YouTube, chamado 16mm, sobre o tema. Além disso, tenho um podcast sobre NFL chamado Goatopolis.