Com a proximidade do Dia das Mães, as marcas têm apostado em campanhas que comemorem a data. Desde os comerciais na televisão até a divulgação nas redes sociais, as possibilidades de veicular uma mensagem sobre esse dia são inúmeras. No entanto, há marcas que escolhem um formato que tem sido cada vez mais utilizado: o marketing de influência.

O estudo "ROI & Marketing de Influência 2019", da YOUPIX, traz dados interessantes sobre essa escolha. Segundo o levantamento, 68% das empresas acreditam que essa modalidade seja estratégica para os negócios.

Vantagens do marketing de influência

“Nos meios de comunicação tradicionais, a mensagem chega a muitas pessoas que geralmente não têm interesse no conteúdo. Com o marketing de influência, as marcas podem atingir nichos específicos para posicionar-se na mente de pessoas com alta possibilidade de tornar-se compradores”, explica Juan Plata, analista de influenciadores da influu.

Fazendo parcerias com quem exerce influência no poder de compra dos seguidores, as marcas conseguem algumas vantagens. A seguir, veja quais são elas.

1. Aproximação

O marketing de influência permite uma aproximação maior com o público. Afinal, através do influenciador é possível falar de forma direta com os seguidores. E isso valendo-se da credibilidade que o público confere ao conteúdo criado por ele.

Ao invés de ser uma mensagem unilateral, essa modalidade permite uma vantagem interessante. O público pode ser ouvido e a opinião de consumidores potenciais pode ser levada em consideração.

Segundo o analista de influenciadores da influu “é importante que o influenciador se identifique com a marca para que a mensagem seja eficaz, já que eles cuidam muito do que repassam aos seus seguidores por já terem construído uma reputação nas redes sociais”.

2. Alcance

Além disso, é válido lembrar como as pessoas têm dedicado cada vez mais tempo às redes sociais. E o Brasil é um dos países onde se passa mais tempo conectado à internet, segundo levantamento do Comitê Gestor da Internet no Brasil.

Por isso, o alcance de campanhas feitas através de plataformas como Facebook, Instagram e YouTube tendem a ser altas. Claro, isso se feitas dentro de perfis relevantes e engajadores nas redes.

3. Impacto

Ao se estabelecer contato com o público, outra vantagem de adotar o marketing de influência na estratégia de comunicação surge. E esta é o impacto. Isso acontece porque ter recomendações de pessoas por quem se nutre admiração se assemelha a receber conselhos de um amigo.

O influenciador faz praticamente uma curadoria do conteúdo que publica. Por isso, os seguidores confiam nas indicações feitas. Sobetudo por saberem que tendem a ser úteis para quem o segue.

Segundo Juan Plata, "a quantidade de pessoas impactadas é compensada com uma segmentação superior, e geralmente, os custos de produção e difusão deste tipo de conteúdo são mais baixos do que a mídia tradicional".

4. Co-criação

O marketing de influência possibilita que o influenciador dê seu toque pessoal, principalmente ajudando na construção de conteúdos autênticos.

Ele se diferencia de outras formas de marketings que já usam estratégias e conteúdos fechados pela equipe interna das marcas. E isso porque permite que os próprios influenciadores tenham voz. E, em consequência, adaptem da melhor forma a mensagem ao público deles.

Assim quando influenciadoras como Taciele Alcolea e Fabiana Justus usam as redes para dar sugestões de presentes para o Dia das Mães, é possível ver que o publieditorial tem características delas. E isso é possível justamente por conta dessa co-criação.