YouTube x Facebook: em qual plataforma é mais fácil de conseguir views?


Há uma grande dúvida entre influenciadores digitais entre qual plataforma é mais fácil de conseguir visualizações: YouTube x Facebook.

O primeiro passo é entender que são redes sociais completamente diferentes e com públicos distintos. E mesmo as pessoas engajadas em ambas, elas geralmente usam essas plataformas buscando coisas diferentes.

O Facebook tenta cada vez mais se tornar uma plataforma de vídeos também. O objetivo é deixar de ser apenas uma rede social de fotos e textões.

Por isso, a empresa tem contratado youtubers para sair do YouTube e fazer vídeos exclusivamente para o Facebook. Mas seria essa uma boa ideia para os influenciadores?

Para exemplificar, usarei um perfil hipotético em que o influenciador tem o mesmo número de inscritos no Facebook e no YouTube. Além disso, ele usa os dois com frequência parecida.

Nesse caso, a chance de ele ter mais visualizações no Facebook é gigante. Na verdade, é provável que o número seja muito maior. Essa lógica é devida aos formatos e algoritmos completamente diferentes.

No YouTube, é necessário clicar no vídeo e assistir ao menos cinco segundos para contar um view. No Facebook, ao descer o feed, as pessoas passarão pelo vídeo, e se elas ficarem aquele instante que o conteúdo começa a rolar, já será contabilizada uma visualização.

Elas não precisam ir até o vídeo e realmente assisti-lo.

YouTube x Facebook: Engajamento

Se o seu foco é ser um youtuber, hoje o YouTube deve ser a sua plataforma principal. Esqueça o número de visualizações do vídeo e pense no engajamento.

No YouTube, o engajamento ainda é maior porque todos que assistirem ao seu vídeo realmente têm interesse nele, ou pelo menos se interessaram em clicar nele, o que não é necessariamente verdade no caso do Facebook. Isso não quer dizer que você deve abandonar o Facebook.

Mantenha sua página sempre atualizada e apresentável. Mais do que usá-la apenas para divulgar os seus novos vídeos, traga um conteúdo complementar.

Coisas mais pessoais que te aproximem do público, teaser curto que apresente rapidamente o vídeo que você subirá no YouTube e fotos dos bastidores ou vídeos de making of são todas boas opções para o Facebook complementar o seu canal do YouTube.