YouTube shorts: saiba do que se trata


Depois do lançamento do Reels no Instagram, o Youtube também anunciou o lançamento do YouTube shorts. A novidade está sendo lançada aos poucos, entretanto, nós acreditamos que todos devem estar preparados.

Por isso, o post de hoje é sobre o que esperar do YouTube shorts. Que tipo de vídeo deve ser produzido para essa plataforma?

Leia mais: Atualização no Reels: Instagram busca melhoras

O YouTube recebe mais de 2 bilhões de visitas mensais. No momento, o YouTube Shorts está sendo testado na Índia. A plataforma não confirmou, mas provavelmente esse país foi o primeiro selecionado para testes pelo fato de que o TikTok já foi banido do seu território.

Nós já havíamos falado sobre o lançamento da ferramenta. Entretanto, isso não significa que você pode só esperar a novidade chegar e só depois se preparar para o trabalho. Quanto mais você conhecer a ferramenta, melhor você lidará com ela.

Quem é o público alvo do YouTube shorts?

Vamos deixar claro que o YouTube shorts não tem foco no público. Quer dizer, o público em geral seria o consumidor final. Mas, no primeiro momento, o que o YouTube shorts quer atingir são influenciadores e artistas.

Afinal, se essas pessoas não se interessarem pela ferramenta é bem capaz que ela esteja fadada ao fracasso.

Por isso é possível dizer que o YouTube quer atrair influencers e artistas para assim poder atrair inscritos e visualizações. Com essas duas pontas participando da plataforma, as marcas e os anúncios vão migrar para a ferramenta de forma organica.

Portanto, o YouTube está testando as funcionalidades que podem atrair produtores de conteúdo. Uma das novidades prometidas pela plataforma é que os vídeos do YouTube shorts estarão na página inicial do site.

Assim, quando você postar o seu vídeo, ele ficará no topo da lista, bem a vista de quem abrir o app. Ou seja, é uma forma de fazer o seu conteúdo chegar a outros públicos e não só aos seus inscritos.

Segundo a própria plataforma, o YouTube Shorts é “facilmente detectável na página inicial do YouTube (na nova estante de Shorts), bem como em outras partes do aplicativo”.

O que a plataforma espera com shorts?

O YouTube está seguindo uma tendência iniciada pelo TikTok de vídeos curtos. Quando a plataforma anunciou a nova funcionalidade, foi dito que as pessoas mais jovens estão em busca de vídeos que sejam curtos e:

  • “cativantes ”;
  • “altamente reproduzíveis ”;
  • “ gerados pelo usuário.

Entretanto, você já podia postar vídeos bem curtos no YouTube. Portanto, a plataforma quer mais do que conteúdos de pouca duração.

O que está acontecendo agora é praticamente a criação de outra plataforma dentro do YouTube. Afinal, é esperado que todos os vídeos sejam engraçados, divertidos, facilmente reproduzíveis. Além disso, espera-se que os usuários consigam encontrar esse conteúdo de forma simples.

Como o TikTok faz muito sucesso, mas é proibido em alguns países, o YouTube está em uma disputa com o Instagram para ver quem ficará como maior plataforma de vídeos curtos.

Pode ser que tenha espaço para todo mundo, mas também é possível que alguma plataforma não consiga se sustentar. Por isso, é recomendável ter o seu conteúdo em todas elas.

Fonte