Tráfego orgânico: o que é e como melhorá-lo?


O sonho de qualquer produtor de conteúdo é ter o seu site/vídeo reconhecido. O sonho dos influenciadores digitais é ter um bom tráfego orgânico, reduzindo custos e mantendo o engajamento dos seguidores.

O que é tráfego orgânico?

Primeiro é preciso entender, na linguagem da internet, o que é tráfego. Basicamente, o tráfego é o número de visitas recebidas por sites, blogs e vídeos.

No caso de tráfego orgânico, isso significa que as pessoas chegam ao seu conteúdo de forma natural. Ou seja, eles encontram suas postagens por meio de pesquisas no Google ou por já conhecerem a sua página.

A principal questão para o tráfego orgânico é o SEO. Como ele aumenta de acordo com as pesquisas nos buscadores – como o Google – sua página precisa estar bem ranqueada, aparecendo nas primeiras colocações.

De acordo com um estudo apresentado pela Moz,  71,33% das buscas geram cliques para o primeiro resultado da página de pesquisa. Portanto, se o seu conteúdo aparecer na segunda página, o seu tráfego orgânico já será bem baixo.

Como gerar tráfego orgânico?

Aprenda mais sobre o que é SEO e aplique todas as técnicas na sua página. Essa é a melhor forma de conseguir um bom posicionamento no Google.

  • Deixe a experiência do público agradável

As pessoas usam a internet em busca de algo rápido. Evite manter no seu site qualquer tipo de plugin que possa deixá-lo lento. Além disso, evite excesso de informação e o uso de cores muito fortes.

  •  Conheça o seu público

É importante conhecer os interesses do seu público para poder investir em coisas que o agrade. Você pode fazer pesquisas ou usar ferramentas disponível na internet.

  • Crie conteúdo de qualidade

Não adianta investir em todas as técnicas que você conhece e produzir um conteúdo ruim. As pessoas só continuarão acompanhando o seu conteúdo se ele for bom.

Por isso, não se esqueça de pesquisar e preparar bem o conteúdo antes de jogá-lo na rede.

É possível comprar o tráfego?

O tráfego pago também é uma realidade. A diferença é que, além de aumentar os seus custos, você fica preso à essa estratégia.

A questão é que se o seu tráfego é pago, no momento em que você deixar de pagar o número de visitas pode cair de forma considerável. Por isso, o melhor para a sua página ou canal do YouTube é investir em tráfego orgânico.

O tráfego pago é feito por meio de anúncios criados no Google Ads ou no Facebook Ads. O criador de conteúdo é cobrado sempre que alguém clica no anúncio e é redirecionado para a página.

Fontes 1, 2 e 3