TikTok faz doação de US$ 10 milhões para combater novo coronavírus


Uma das redes sociais que mais tem crescido nos últimos tempos, o TikTok também tem ações voltadas para o combate ao novo coronavírus.

E seguindo o passos de grandes corporações, o presidente do TikTok anunciou em um post oficial que fará uma doação de US$ 10 milhões.

Neste post, entenda como esse montante será utilizado para combater o coronavírus e qual entidade receberá a doação.

Doação

O TikTok anunciou a doação do equivalente a R$ 50 milhões. A verba será repassada ao “Fundo de Resposta à Solidariedade” da Organização Mundial de Saúde (OMS).

A ideia é que o valor seja destinado ao programa que arrecada fundos para garantir suprimentos essenciais – como máscaras, roupas apropriadas e pesquisas.

De acordo com Alex Zhu, presidente do TikTok, a doação vai garantir que profissionais de saúde dos países mais afetados tenham suprimentos necessários para o trabalho com os infectados. Além disso, o valor também ajudará a acelerar pesquisas para tratamentos ou vacinas contra o Covid-19.

“Acreditamos que é essencial fazermos o possível para ajudar a comunidade mundial de saúde nessa luta”, disse Zhu no post.

Leia também: O que as redes sociais estão fazendo para ajudar no combate ao coronavírus

TikTok no combate ao coronavírus

No entanto, a doação financeira não será a única ação do TikTok. A rede social também quer usar seu alcance global para dar apoio à OMS (Organização Mundial de Saúde).

Veja a seguir algumas das ações do TikTok contra a disseminação do novo coronavírus:

Lives

A rede social está hospedando uma série de lives com especialistas da OMS. Assim, usuários de mais de 70 países podem acessar informações corretas, além de fazer perguntas ao vivo.

Página informativa

Fruto da parceria com a OMS, o TikTok agora tem uma página informativa. Por isso, através dela, os usuários têm acesso a dicas para permanecerem seguros, além de evitar a propagação do vírus.

Rótulos em vídeos

Outra iniciativa do TikTok tem sido rotular vídeos sobre o coronavírus. Dessa forma, os usuários sabem quais conteúdos na plataformas são relacionados ao Covid-19.

Fonte