fbpx
Pular para o conteúdo

Sephora e Rihanna – campanha gera polêmica. Analisamos o case

Fenty Beauty by Rihanna

Fenty Beauty by Rihanna finalmente chegou ao Brasil. Entretanto, mesmo os mais animados com a novidade se assustaram com os preços dos produtos. Pena que essa não foi a única polêmica envolvendo Sephora e Rihanna.

A marca Fenty Beauty by Rihanna foi lançada no mercado internacional em 2017. Por isso, era um luxo que só podia ser adquirido por pessoas que fizessem viagens para outros países.

Mas se engana quem acha que a badalação do produto de Sephora e Rihanna foi causada apenas pelo nome da cantora. O que acontece é que essa linha de produtos tem uma cartela de tonalidades de base e iluminadores que é muito extensa. Em torno de 50 tons.

Ou seja, é realmente um produto que pode ser usado por vários tons de pele. Afinal, acho que todo mundo já cansou de não poder comprar produtos de uma marca por não ter a tonalidade ideal.

Portanto, era de se esperar que as pessoas que usam maquiagem ficassem animadas com a chegada dos produtos. Mas como esperavam que a campanha fosse feita e como ela realmente foi?

Campanha Sephora e Rihanna

O tipo de campanha escolhida para a divulgar a parceria de Sephora e Rihanna foi de marketing de influência. Foram contratadas várias influenciadoras de idades e nichos diferentes.

Entretanto, o que causou polêmica foi a falta de diversidade de tonalidades de pele das influenciadoras escolhidas.

Há influencers negras fazendo parte da campanha. Nós podemos citar alguns nomes, por exemplo: Preta Gil, Lidmilla e Thelminha.

Entretanto, em um país como o Brasil, conhecido pela diversidade de tons de pele, era de se esperar que a diversidade fosse uma marca da campanha, assim como foi em outros países.

Além disso, há o fato de que existem muitos influenciers negros que falam sobre maquiagem. Entretanto, como você pode ler nos nomes que eu exemplifiquei acima, essas pessoas não foram contratadas.

Análise de case

Não é fácil escolher influenciadores para uma campanha de marketing. É preciso pensar em quem tem o perfil para uso do produto e, além disso, quem tem um perfil semelhante com o da marca.

Nós já falamos aqui no blog várias vezes que influenciadores e marcas têm um nome a zelar. Por isso, é fundamental que exista um match de ideias e comportamentos na hora de fechar uma ação.

Além disso, é necessário entender que nem sempre quem tem mais seguidores é quem vai atrair o público ideal para a sua marca.

O exemplo da Sephora e Rihanna é ideal para que nós possamos compreender essa ideia. É verdade que a companhia escolheu pessoas diversas para a campanha.

Entretanto, em baixa quantidade e que não necessariamente costumam falar sobre maquiagem. Como se sabe, as pessoas assistem e leem aos influenciadores digitais para poder escolher os produtos que querem comprar.

Por isso, o ideal é que sejam influencers de maquiagem para comentar os produtos. Por outro lado, também é de se entender que você atinge mais pessoas com influencers gigantes e fora de um nicho específico.

Entretanto, o que a companhia poderia ter feito era utilizar esses grandes influenciadores, mas que eles fossem a minoria e não a maior parte dos representantes da marca.

Provavelmente, isso não teria gerado tanta polêmica para a Sephora.

Facebook Comments Box
25 de outubro de 2021

Facebook planeja mudança: o que deve acontecer?

Com intenção de reposicionar a marca, Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, planeja uma mudança no nome da empresa. Atualmente a marca abriga as mídias sociais Instagram, WhatsApp e Oculus, que…

5 de outubro de 2021

Redes sociais ficam fora do ar em todo o mundo: saiba o motivo

O mês de outubro de 2021 ficará marcado pelo dia em que as mais utilizadas redes sociais ficaram fora do ar por horas. Pessoas de todo o mundo precisaram seguir…

4 de agosto de 2021

Bye bye, Fleets: stories do Twitter chegam ao fim

Nesta terça (3), foi dia de dar adeus aos Fleets. E isso porque os stories do Twitter acabaram não sendo tão utilizados quanto o esperado. A despedida, porém, acabou rendendo…

29 de julho de 2021

Inteligência artificial do Facebook vai barrar perfis de crianças

O Facebook tem se empenhado em relação às políticas de proteção a crianças e adolescentes em suas plataformas. E agora, a rede social está implementando inteligência artificial para barrar perfis…

Assine nossa newsletter e receba novidades!