Sem ideias? Veja como exercitar sua criatividade e fazer posts incríveis


Está tendo dificuldades para criar conteúdo? Não é sempre que a gente consegue ter ideias novas para criar post nas redes sociais. Por isso, hoje vamos dar algumas dicas de como exercitar a criatividade.

Apesar de não ser todos os dias que nos sentimos inspirados, há formas de estimular nossa criatividade. E é exatamente sobre isso que falaremos neste post.

Mas, antes, entenda um pouco mais sobre o que é a criatividade e como ela acontece.

O que é criatividade

A criatividade está relacionada à capacidade que temos de criar. Associada à inteligência, talento e inovação, ela pode ser usada em muitas áreas da vida. Ou seja, trata-se de uma habilidade que adquirimos e que podemos aperfeiçoar.

E é por isso que criatividade não se restringe ao campo da arte, já que pode ser de grande utilidade, seja no meio científico ou mesmo corporativo.

Mas, claro, há certas áreas de atuação que demandam mais criatividade no dia-a-dia que outras. Este é o caso de profissionais da arquitetura e publicidade, por exemplo, e também de quem cria conteúdo para as redes sociais – seja profissionalmente ou por hobby.

Porém, não é sempre que nos sentimos criativos. E há vezes em que a sensação é a de que não resta sequer uma única boa ideia no mundo. Como lidar com isso? A melhor forma é entender como funciona esse processo de chegar a ideias novas.

Como o processo criativo acontece

Já dizia Lavoisier: “Nada se cria, tudo se transforma”. Então, como falar de criatividade, se nem todas as vezes criamos tudo do zero?

Hoje, com a internet, temos acesso a muita informação sobre um mesmo tema. E por isso, pode parecer impossível inovar e se criativo. Porém há situações em que criatividade significa criar formas de fazer as coisas acontecerem com os recursos que você tem disponíveis.

E isso pode significar colocar uma live no ar usando apenas o celular, quando você vê várias pessoas fazendo superproduções. Ou mesmo pensar em formas de continuar falando de um assunto quando o cenário não é favorável – como turismo e viagens em época de pandemia.

Mas, independente do uso, é importante entender como o processo criativo acontece. O publicitário James Webb Young publicou em 1940 o guia “Técnica de Produção de Ideias” sobre as etapas envolvidas. Veja abaixo quais são elas:

Absorvendo informações

Esta é uma etapa que consiste basicamente em uma espécie de preparação. Afinal, Young explica que criatividade é conectar ideias. E é justamente para ter elementos para serem conectados entre si que é importante ter um repertório de informações.

Então, esta etapa significa pesquisa para conhecer mais sobre o que está relacionado ao tema de seu trabalho.

Buscando pontos de conexão

Agora que você já tem informações, precisa digeri-las. Para isso, você precisa conectá-las, juntá-las, separá-las… ou seja, basicamente recombinar entre si o conhecimento que você adquiriu.

Esta etapa é como fazer testes. Por isso, não fique frustrado se surgirem combinações absurdas e sem sentido. Vá tentando porque o objetivo principal será explicado na próxima etapa.

Deixando o inconsciente trabalhar

Você pode ter combinado e recombinado, sem chegar a lugar nenhum. Mas não faz mal. Agora, é hora de descansar. Afinal, você já mostrou para o seu cérebro que está em busca de algo. Chegou a vez do seu subconsciente agir.

Nessa etapa, você pode dormir, descansar, mudar totalmente o foco. Essas distrações, na verdade, são formas de dar uma pausa em seu consciente para que seu subconsciente trabalhe.

Recebendo insights

Esta é a fase que as pessoas mais costumam associar à criatividade. E isso acontece porque elas geralmente desconhecem todo o trabalho que está por trás disso.

E é por isso que muitos acreditam que ideias surgem do nada. Porém, antes houve trabalho, preocupação, dedicação de energia. E isso mesmo que a pessoa não tenha se atentado para esse detalhe.

Ajustando para a realidade

Agora é hora de colocar a ideia em prática, aparar suas arestas e ver se, de fato, ela funciona. Nessa etapa, a ideia sai do campo imaginativo para o real.

E é por isso que você precisa observá-la sob diferentes perspectivas para saber se ficou faltando algo.

Rotina para ter mais criatividade

Viu como é possível treinar sua criatividade? Mas você não precisa parar toda sua vida com o objetivo de ser mais criativo.

E é por isso que o ideal é incluir esses processos na sua rotina. E, acredite, é possível fazer isso de forma divertida.

Para isso, você pode seguir as dicas que deixamos neste post do Instagram da influu:

Leia também: Como está o seu planejamento para as redes sociais?

Posts criativos para se inspirar

Precisa de um pouco de inspiração? Separamos três exemplos de criatividade em conteúdos para redes sociais. Veja a seguir:

ClickBus e o jogo dos 7 erros

Para este post, a ClickBus adaptou um jogo conhecido. Além de engajar as pessoas, estimulando-as a comentarem se conseguiram ou não cumprir a missão, o post também o recurso do carrossel ao invés de deixar as imagens lado a lado.

Dessa forma, os seguidores veem a imagem maior e têm mais chances de perceber detalhes e compará-los.

Netflix e personagens

Aqui, a marca de streaming de vídeos ilustra situações com frames de itens do seu catálogo. Dessa forma, quem assistiu se identifica e quem ainda não assistiu é instigado a saber quem são as personagens.

Luccas Luccas e o Evoluiu Challenge

Para finalizar, um exemplo criativo de creator. Apesar de não ter lançado o desafio, Luccas participou e deu seu melhor com uma edição caprichada. O sucesso foi tanto que esteve no rol dos influenciadores em evidência durante 2019.

Este exemplo mostra que, mesmo fazendo algo que todos fazem, dar seu toque pessoal pode ser um grande trunfo.

Fontes: 1 e 2