Rato Borrachudo: entenda porque o canal pode acabar


No dia 3 de janeiro de 2007 foi criado o canal do Rato Borrachudo. Mas uma polêmica pode motivar o fim do canal. Você sabe o que está acontecendo?

O canal é um dos mais antigos de gamers do Brasil. Neste momento, o canal do Rato Borrachudo tem 3,47 milhões de seguidores. Mas há duas semanas não há nenhum vídeo novo.

Leia mais: 5 minutos da Kéfera – canal chega ao fim

Se você quiser ver o que o está sendo produzido pelo Douglas – responsável pelo Rato Borrachudo – você precisa ir para o novo canal do youtuber, o “Eu sou Douglas“.

Esse canal tem 737 mil seguidores e foi criado depois que o criador percebeu que realmente poderia perder o canal.

O que aconteceu com o Rato Borrachudo?

O canal pode sair do ar por ter recebido muitas punições por direitos autorais. E não foi apenas uma punição. O Rato Borrachudo recebeu quatro strikes de uma vez.

Segundo o Douglas – em seu primeiro vídeo do “Eu sou Douglas” – ele recebeu uma notificação extra judicial que reclamava do uso de um vídeo curto e que pedia o pagamento de uma indenização que, segundo ele, era de um valor muito elevado.

Depois disso, ele recebeu os quatro strikes, o que Rato Borrachudo acha errado. Por qual motivo?

A pessoa que reclamou dos direitos autorais, apontou 20 notificações de uso de conteúdo indevido. Ou seja, a pessoa questionou que o conteúdo dela foi utilizado 20 vezes no canal do Rato Borrachudo.

Isso estava descrito na ação extra judicial e foi denunciado também para o YouTube. Entretanto, o Douglas questiona que essa pessoa – que ele afirma ser outro youtuber – deveria ter colocado as 20 notificações em um strike.

Mas a pessoa dividiu as notificações em quatro strikes. Por isso, ele já recebeu o e-mail anunciando que o canal será tirado do ar. Assim, o Douglas está afirmando que foi uma espécie de “sabotagem” ao canal.

E agora?

O YouTube afirmou que como todas as denúncias são válidas, não há nada que a plataforma possa fazer. Entretanto, o Douglas pode abrir uma disputa sobre os direitos autorais.

Ele afirmou que já entregou a defesa, mas a pessoa pode refutar essa defesa. Além disso, a pessoa pode processá-lo judicialmente e, se isso acontecer, o YouTube irá excluir o canal automaticamente.

Portanto, a situação do Rato Borrachudo é realmente muito difícil.

Ele explica todo o seu ponto de vista neste vídeo.