Pular para o conteúdo

Saiba quais são as principais novidades do WhatsApp neste começo de ano

Ainda estamos no primeiro mês de 2019, mas o WhatsApp já está soltando suas primeiras novidades. Só na última quarta (09) foram reveladas duas novas ferramentas que virão com a nova atualização do app de troca de mensagens.

O WhatsApp também está inserido em um documento elaborada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) sobre planos de segurança pública no Brasil. O que pode resultar em uma quebra de sigilo. Entenda agora cada uma dessas três novidades envolvendo o WhatsApp.

Leia também: WhatsApp: como sua influência está guiando as informações?

Resposta no particular

Atualmente, é possível selecionar uma mensagem de um grupo e responder a pessoa diretamente àquela mensagem. Porém, a nova atualização do WhatsApp está trazendo algo além. E que vai facilitar a vida dos usuários.

No caso, nessa nova atualização, será possível selecionar uma mensagem específica de um grupo e respondê-la em particular para aquele contato. Ou seja, se você receber um “oi” no grupo, tem a opção de responder no particular do usuário que enviou a mensagem.

Confira como fazer isso:

  • Acesse o grupo no qual você está inserido;
  • Clique sobre a mensagem que você quer responder e segure;
  • Clique no ícone dos três pontinhos, no canto superior direito;
  • Ao clicar, aparecerá a opção responder em particular.

Assim, é só clicar e você é encaminhado diretamente para o chat particular com aquele contato. E com a mensagem selecionada, como já funciona nos grupos. Agora, é possível conversar discretamente sobre determinado assunto, sem o resto do grupo visualizar.

Proteção por impressão digital

Exclusivamente – por enquanto – para Android, o WhatsApp vai ganhar um novo sistema de proteção. Mas, dessa vez, através da autenticação com impressão digital.

Hoje em dia, o aplicativo oferece proteção apenas por meio de senha. Mas, com essa mudança, o WhatsApp vai oferecer ainda um serviço parecido com o que acontece no sistema operacional do celular e em aplicativos de banco. Isso significa que, em breve, será possível ativar um mecanismo extra de segurança para só o próprio usuário acessar o Whats.

Leia também: Conheça dicas importantes para proteger sua conta do Instagram

Para o sistema Android é só o primeiro passo. A novidade também vai chegar para iOS, mas o sistema da Apple ainda está na fase de desenvolvimento.

Para usar essa nova ferramenta de proteção, o usuário acessa as Configurações do app e ativa a função Impressão Digital. Inclusive, há a possibilidade de usar a mesma senha já cadastrada para a utilização do sistema Android.

Esse suporte representa um importante passo do WhatsApp para a privacidade e segurança.

WhatsApp e a quebra de sigilo

Como informado, um grupo do CNJ elaborou um documento contendo 11 propostas para a área de segurança do país. Uma dessas 11 está relacionada a redes sociais, mas especificamente aplicativos de mensagem. Incluindo o próprio WhatsApp, além do Telegram e o Facebook Messenger.

A proposta desse segmento sugere uma possibilidade de quebra de sigilo e monitoramento de mensagens trocadas durante a investigação. Caso aprovado, as empresas responsáveis pelos apps com sede ou representantes no Brasil serão obrigadas a atender essas determinações.

Esse grupo do CNJ foi chefiado pelo ministro do STF, Alexandre Moraes. O documento em questão já está com Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, mas ainda sem data de previsão para o veredito.

Não foram dados muitos detalhes sobre como será feito o monitoramento pelo CNJ. No entanto, se as empresas já revelaram que não há como minimizar a segurança dos usuários, é provável que ainda haja mais disputas.

FONTES 1 2 3

Tags
Compartilhe
18 de julho de 2018

Saiba como crescer no YouTube com dicas do maior youtuber do mundo

Com mais de 64 milhões de inscritos e oito anos produzindo vídeos, PewDiePie já pode ser classificado como o maior youtuber do mundo. E diferente dos mágicos, ele nunca deixou de…

15 de julho de 2019

FaceApp reacende debate sobre tecnologia de reconhecimento facial

Quem está presente nas redes sociais, provavelmente já se deparou com o novo aplicativo que está em alta: o FaceApp. Criando uma versão do rosto envelhecido, o aplicativo tem sido…

18 de janeiro de 2019

Especialista aponta que #10yearchallenge não é tão inocente quanto parece

Para quem usa constantemente o Facebook já viu - ou já fez - o desafio #10yearchallenge. Nele, os usuários postam uma foto de 2009 e outra de 2019, para ver…

30 de novembro de 2018

5 coisas que os youtubers não devem fazer

Esse texto é só um compilado de algumas coisas que os youtubers não devem fazer e que já citei anteriormente aqui. Posteriormente farei mais listas como essa. A ideia é…

Rua Teodoro Sampaio, 2767 Sala 22 - Pinheiros, São Paulo, Brasil - CEP: 05405-250
thais@influu.me | imprensa@influu.me
CNPJ:19.354.277/0001-40

© Copyright influu.me - 2020
Todos os direitos reservados