Pular para o conteúdo

Primeira Guerra Memeal: embate épico completa 3 anos

Nesta quinta-feira (13) completam-se já três anos da Primeira Guerra Memeal. O embate entre Brasil e Portugal durou três dias e teve o Twitter como campo de batalha. Terminando com a vitória dos brasileiros, a disputa acabou, afinal, eternizada com memes inesquecíveis.

Como começou a Primeira Guerra Memeal

Tudo começou quando internautas brasileiros acharam um perfil português no Twitter que estava usando um dos nossos memes. O meme em questão era o “in brazilian portuguese we don’t say…” (em português do Brasil nós não dizemos…, em tradução livre), porém adaptado para Portugal.

O meme fez muito sucesso no Brasil em 2015 por trocar expressões estrangeiras por brasileiras. Usando a ironia, o objetivo era justamente brincar com coisas típicas da nossa cultura. No entanto, o uso pelos portugueses não dava crédito algum ao Brasil.

Aliás, veja alguns exemplos:

https://twitter.com/ourbiebrw/status/570306361172594688

Por isso, quando descobriram o “plágio” com o meme “in Portugal we don’t say…” , os brasileiros não perdoaram. Afinal, já bastava terem roubado nosso ouro, não é mesmo?

Mas o que os portugueses não esperavam era iniciar um conflito que marcaria a história da internet: a Primeira Guerra Memeal. O Brasil logo declarou guerra ao país europeu. E isso usando nada mais nada menos que os memes.

‘Conflito’ chegou aos trending topics do Twitter

A disputa foi tão acirrada que chegou aos trending topics do Twitter, com a expressão BR x PT. Aliás, teve de tudo, inclusive golpes baixos como spoilers da novela Verdades Secretas, que na época estava sendo transmitida em Portugal.

Do lado de cá, a munição da Primeira Guerra Memeal foi formada de memes de Inês Brasil, Gretchen e Carreta Furacão. E, por isso, fizeram um sucesso estrondoso.

Veja alguns dos tuítes mais icônicos dessa Guerra Memeal:

https://twitter.com/daiocrush/status/742886013593387008

Por fim, a reação dos portugueses foi provocar. E isso inclusive dizendo que havíamos roubado o idioma. Por isso, a disputa se acirrou mais ainda no segundo dia.

As marcas também foram à guerra

Surfando na onda do conflito cibernético, algumas marcas aproveitaram para deixar sua contribuição. Inclusive usando de muito bom humor e memes. Marcas como Netflix, Cartoon Network e MTV entraram na disputa. Contudo, fizeram isso com moderação. Confira:

Vitória brasileira

Já no terceiro dia da Primeira Guerra Memeal a vitória foi reivindicada pelos brasileiros. Inclusive veículos de comunicação como a Folha, O Globo e Huffpost noticiaram o acontecimento.

Veja alguns dos memes de comemoração pela vitória mais que merecida:

Por fim, a Primeira Guerra Memeal virou um lembrete do engajamento dos brasileiros nas redes. Afinal, é sempre bom lembrar que no quesito zoeira a gente nunca decepciona.

Fonte

22 de agosto de 2018

O que é tela final de vídeo e por que ela é importante?

Tela final no YouTube são os últimos segundos do vídeo. Na verdade, ela não é um recurso obrigatório, porém pode ser muito útil. Essa ferramenta será importante para trazer novos…

6 de novembro de 2019

Pinterest – nova oportunidade para influenciadores

O mercado de influenciadores digitais ainda está em expansão. Por isso, é importante estar de olho nas novidades. A última, foi lançada pelo Pinterest. Se você perguntar para as pessoas,…

7 de maio de 2018

YouTube deleta vídeos sobre fraudes acadêmicas e influenciadores ficam bravos

A rede de notícias BBC denunciou, no dia 1 de maio, que mais de 250 canais do YouTube foram pagos para promover o site EduBirdie. Para quem não conhece, o…

26 de dezembro de 2017

Humor: Por que ele predomina no YouTube?

Humor no YouTube O humor é algo quase que indispensável para um canal ser bem sucedido. Há casos e casos, mas quase sempre vídeos engraçados são atrativos ao público. E…

Rua Teodoro Sampaio, 2767 Sala 22 - Pinheiros, São Paulo, Brasil - CEP: 05405-250
thais@influu.me | imprensa@influu.me
CNPJ:19.354.277/0001-40

© Copyright influu.me - 2021
Todos os direitos reservados