Prevenção ao suicídio: como usar as redes sociais para ter ajuda


Chegamos a setembro e, apesar da reabertura do comércio, muitas cidades ainda vivem em quarentena. Essa nova realidade reforça a necessidade de se falar na prevenção do suicídio em meio ao isolamento social.

De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), a cada 40 segundos uma pessoa morre por suicídio no mundo. No entanto, a projeção para 2020 é ainda mais grave.

E isso porque a taxa de suicídios vem aumentando nos últimos anos e, em 2020, o aumento estimado é de 50%. Ou seja, 1,5 milhão de pessoas mortas por suicídio em um ano.

Se concretizado, esse número mostrará a dura realidade estatística: duas vidas perdidas por suicídio a cada 40 segundos.

Justamente por isso é cada vez mais importante e urgente falar sobre a prevenção ao suicídio. Afinal, se a cada 40 segundos duas pessoas tiram a vida, isso significa que de 20 a 40 pessoas tentaram suicídio.

Então, hoje falaremos sobre como as redes sociais podem ajudar no processo de prevenção. Veja a seguir.

Leia também: Setembro amarelo: veja quais influenciadores já falaram sobre saúde mental

Redes sociais e saúde mental

Muito se fala sobre a toxidade das redes sociais e como elas podem ser fatores que causam depressão. Afinal, por meio delas, muitas telas de smartphones refletem uma vida perfeita que é inalcançável.

No entanto, um estudo da Universidade de Columbia propõe um contraponto interessante.

De acordo com o resultado publicado o Journal of Adolescent Health, não houve constatações conclusivas sobre a relação do uso das redes sociais e a depressão. Afinal, tudo dependeria do contexto em que estava inserido.

O resultado da pesquisa feita com jovens estudantes abre margem para refletir sobre como a sociedade pode se apropriar e criar contextos positivos, que ajudem de fato.

Dessa forma, seria interessante então focar nas funcionalidades das redes sociais que podem servir como aliadas na prevenção ao suicídio e na manutenção da saúde mental. Vamos a elas.

Fazendo aliados na prevenção ao suicídio

O Instagram é uma das redes sociais que tem focado em desenvolver recursos que ajudem seus usuários. E isso tanto para quem procura por ajuda quanto para quem quer evitar exposição a eventuais gatilhos.

Abaixo, temos um tutorial de como encontrar ajuda utilizando o Instagram. Confira:

Outra rede social que lançou recursos pensando no bem estar dos usuários é o Snapchat. A ferramenta “Here For You” teve, inclusive, seu lançamento antecipado com a chegada da quarentena.

Com ela, o usuário pode realizar buscas – utilizando palavras como “bullying”, “estresse”, “solidão” ou “ansiedade” – e receber como resultados conteúdos feitos por fontes especializadas.

Precisa de ajuda?

Caso você ou alguém que conheça precise de ajuda, você pode obter mais informações nos dois primeiros links que relacionamos nas fontes.

Fale com voluntário do CVV ligando para 188  – Atendido gratuito 24h para todo o Brasil

Fontes: Vita Alere, CVV e 3