Polêmica: youtuber é exposto nas redes sociais após ‘roubar’ entrega


Um youtuber está sendo exposto nas redes sociais por ter sido acusado de roubar uma entrega. De acordo com a denúncia feita no Twitter, o fato teria acontecido enquanto o influenciador fazia trabalhos como motorista de aplicativo.

Neste post, explicamos exatamente o que aconteceu e o que levou a denúncia às redes sociais. Confira.

Leia também: Veja o desfecho do exposed de Dani Noce e Paulo Cuenca

Youtuber acusado de ‘roubar’ entrega

O influenciador Ian, do canal “Ian VS Chayanne”, que tem cerca de 240 mil inscritos, está sendo acusado nas redes sociais de ter roubado a compra de uma cliente, durante uma entrega.

A denúncia foi feita pelo Twitter, através de uma thread.

De acordo com o relato, o youtuber foi acionado através do aplicativo 99, na modalidade pop. No entanto, ao invés de levar um passageiro, o objetivo da corrida era entregar um hot dog artesanal a uma cliente.

Na ocasião, tanto a cliente quanto a vendedora não sabiam que o motorista do aplicativo se tratava de uma pessoa com influência nas redes sociais.

Por isso, ao entregarem o lanche para o motorista, não desconfiaram de nada.

No entanto, a cliente acompanhou o trajeto via app e notou que o caminho havia sido desviado. Além disso, percebeu que o carro ficou parado por alguns minutos antes de seguir a corrida.

Troca polêmica

Ao receber a entrega do pedido, a cliente notou que algo estava errado. Por isso, conversou com a vendedora e mostrou o que havia recebido.

Como a relação das duas era antiga, a vendedora desconfiou da descrição do produto e pediu que a cliente enviasse foto do lanche. Abaixo, está a imagem do que a cliente recebeu (à esquerda) e o hot dog enviado (à direita):

Justamente por isso, ambas começaram a bater as histórias. Foi então, que, de acordo com o relato, a cliente mencionou a pausa estranha e o desvio de trajeto. Assim, ambas chegaram à conclusão de que ele havia ficado com o lanche da cliente e comprado outro, de valor inferior, para repor, sem avisar nada.

A vendedora começou então sua busca e se surpreendeu ao saber que se tratava de um influenciador digital. Pelas pesquisas, ela conseguiu um celular dele e começou a enviar mensagens, para ter uma explicação do ocorrido.

Veja a thread na íntegra:

Outro lado

O influenciador desativou seu perfil principal no Instagram, por onde foi contactado pela segunda vez. No entanto, por um perfil secundário, que tem 3 posts e cerca de 11 mil seguidores, ele está se posicionando sobre o caso através dos Stories.

Por lá, ele disse nesta terça-feira (25) que foi a polícia prestar queixa e que vai requerer indenização por danos morais.