Pesquisa revela a fórmula de sucesso para influenciadores digitais


Será que existe fórmula de sucesso para se tornar um influenciador digital? Sempre insistimos no ponto de que não há um passo-a-passo que garante que seu perfil nas redes sociais irá decolar. No entanto, o que se pode aprender com os maiores influenciadores digitais do mundo?

Pensando por esse lado, a Paper Magazine analisou o perfil dos 100 influenciadores mais seguidos do Instagram. Mas um detalhe é importante: não se tratam de celebridades e artistas que estão na plataforma, mas sim de pessoas que conseguiram o reconhecimento do público com a ajuda das redes sociais.

Como foi feita a pesquisa

Como dito, a pesquisa não considera personalidades que se tornaram famosas fora da rede social. O foco foi justamente pessoas que, graças à presença nas mídias sociais, caíram no gosto popular.

Investigando a suposta fórmula de sucesso para influenciadores digitais, a Paper Magazine analisou algumas informações dos perfis que mais fazem sucessos nas redes. Veja quais são elas:

  • idade;
  • localização;
  • etnia;
  • temática.

Apesar da pesquisa ter começado com influenciadores do Instagram, vale ressaltar que quase metade desses 100 perfis também estão ativamente no YouTube. Além disso, grande parte deles começaram no Vine, conhecido por vídeos em formatos curtos.

Qual é essa fórmula de sucesso?

De acordo com os resultados da pesquisa, a maioria desses perfis é formado por mulheres americanas brancas. No entanto, o conjunto também conta com influenciadores que destoam muito desse padrão, como por exemplo, o brasileiro Whindersson Nunes ou o doguinho Jiffpom.

Quanto à localização, grande parte desses influencers está próximo à Califórnia. E a temática mais comum é lifestyle, que pode mostrar desde cuidados com a pele até os mais variados hobbies.

Ou seja, dentre os 100 maiores influenciadores digitais do Instagram, a maioria é mulher, branca, que fala inglês e reside em Los Angeles. Seria essa a fórmula de sucesso para fazer um influenciador digital? Ou é necessário algum diferencial, certa simpatia dos seguidores, algo mais que não é mensurado em levantamentos e pesquisas?

Apesar desse padrão fazer sucesso nas redes, vale lembrar que existem perfis dos mais variados que também estão entre os maiores. Logo, estar em outro lugar do mundo ou não se encaixar no biotipo estipulado não significa que você fracassará nas redes sociais. E isso porque a diversidade ganha cada vez mais espaço dentro e fora das mídias sociais.

Fonte