A importância da pesquisa para falar sobre a Copa do Mundo


Ser conhecido na internet faz de você alvo de observação. E isso pode também gerar problemas. A fama ou a estabilidade na internet podem dar uma sensação de confiança que atrapalha na hora de planejar a montagem do seu conteúdo. Atenção e pesquisa nunca são demais.

Quando se tem um alcance grande, é natural que as pessoas que o acompanham tenham o influenciador como referência. Isso implica responsabilidade na hora de falar.

O que isso tem a ver com pesquisa?

Um exemplo recente é a grande quantidade de youtubers e digital influencers na Rússia. Este país, que foi um dos protagonistas históricos do século XX, rende muito o que falar.

Até as estações de metrô deste lugar, palco da revolução bolchevique, são ricas em beleza e carregam significado. Mas, se você não tiver feito aquela pesquisa antes de vlogar de Moscou, é bem provável que incorra em erros que poderiam ser evitados. Como por exemplo, falar que São Petersburgo é a capital da atual anfitriã da copa. Sem falar naqueles que ousaram comentar os seus rangos por lá. Fica difícil se manter relevante na hora de falar do tão comentado Khachapuri e dizer que ele é moscovita quando, na verdade, é originário da Georgia, apesar de se comer muito na Rússia.

A coisa fica ainda mais delicada quando o assunto é política. Você não vai querer difundir falsas informações que gerem interpretações errôneas em seu público. Afinal, falta de conhecimento histórico é uma coisa que não vale a pena propagar. Isso é amplificado quando se leva em consideração o contexto: a Copa do Mundo. Evento que, apesar de se tratar de futebol, envolve várias questões sociais e históricas. E tem um monte de país participando, melhor não errar sobre nenhum deles.

A premissa se aplica a qualquer conteúdo. O tempo de pesquisa é investimento em produção de melhor qualidade, o que gera engajamento. Essa postura também ajuda na hora de opinar, fazer aquela graça no twitter ou compartilhar informação. Faz com que opiniões equivocadas, piadas de mau gosto e fake news sejam evitadas. Não perca a oportunidade de não se perder na hora de produzir conteúdo.