O que é SEO?


O que é SEO?

Aqui no blog nós já fizemos alguns textos sobre SEO. Entretanto, ainda não explicamos detalhadamente o que é SEO e como ele pode ajudar o seu conteúdo. Por isso, decidimos fazer um post mais detalhado a respeito do assunto. 

Então vamos começar com o que significa SEO – Search Engine Optimization, em português Otimização para Mecanismos de Busca. Portanto, o resultado de uma boa posição de SEO é o aumento no número de visitas gratuitas à página. Sendo assim, se torna óbvio que alguém que quer crescer seu público e não quer gastar dinheiro precisa saber usar essa ferramenta. 

Porém, não é apenas o uso de estratégias que são importantes para a criação de um texto bem ranqueado. O produtor de conteúdo precisa tomar muito cuidado com a qualidade da sua produção. Seja em vídeo ou texto, o SEO só é eficiente se o material apresentado for de qualidade. 

Quando uma estratégia de SEO é bem traçada, ela garante o melhor posicionemento Google. Portanto, como é possível ver na imagem abaixo, a Amazon tem um SEO melhor do que a saraiva – pelo menos no que diz respeito à palavra chave “livros para comprar”.

 Por que é interessante ter um bom posicionamento?

Em primeiro lugar é bom se colocar no lugar do usuário. Se você estiver pesquisando “livros para comprar”, você clicará no primeiro link ou no terceiro? A menos que você já seja cliente fiel da Saraiva, você provavelmente clicará sobre o nome Amazon. 

No caso utilizado como exemplo ainda é mais fácil você ir em outros sites. Porém, isso se dá apenas pelo fato de que você deseja pesquisar algo – nesse caso preços. Se você estivesse procurando uma informação, pode ser que se sinta satisfeito com o primeiro resultado. 

Além disso, há mais um fator a ser levado em consideração: a maioria dos usuários não vai além da primeira página de pesquisa do Google. Para comprovar isso, peço mais uma vez recomendo que você se coloque no lugar do usuário. Quem costuma navegar por várias páginas do Google?

Portanto, aprender a fazer o SEO é muito importante para o influenciador e para marcas.

Primeiros passos

Para que a sua página consiga atingir um bom SEO é preciso ter atenção com a sua forma de escrita. Em primeiro lugar vamos esclarecer uma coisa. Já li textos nos quais as pessoas dizem que saber fazer o SEO é tudo o que importa para o bom ranqueamento. Entretanto, não é bem assim. A pessoa que está produzindo o conteúdo precisa prestar muita atenção na qualidade do que será postado. 

Além disso, é preciso manter algumas coisas que o Google julga serem importantes, tais como a confiabilidade do site, a autoridade e a popularidade. Mas o que essas palavras representam?

Confiabilidade: essa palavra poderia ser substituída por reputação. Um site que posta notícias sem fontes confiáveis, que são comprovadamente falsas, ou não entregam os produtos prometidos – em caso de e-commerce – costuma não agradar ao público. Se as pessoas não gostarem da sua página, elas podem reclamar na internet, manchando a sua reputação.

Autoridade: o Google precisa manter a própria reputação. Por isso, ele mantém nas posições mais elevadas os sites que sabem do que estão falando. Ou seja, seu site precisa ser uma autoridade no assunto tratado. Isso pode ser apresentado por meio do uso de referências. Além disso, esse fator se combina com a confiabilidade. 

Popularidade: essa categoria também encontra-se ligada com as outras. Se você tiver autoridade no que fala, e só postar textos confiáveis, a popularidade da sua página será maior. Portanto, as pessoas pesquisarão mais sobre a sua página e, consequentemente, ela será colocada em uma melhor posição.

Resultados orgânicos x Resultados Pagos

Existem duas formas de colocar a sua página no topo do Google. Você pode pagar por esse resultado – por meio do Google Adwords – ou você pode turbinar o seu SEO para conseguir esse resultado. 

É muito fácil perceber quando alguém pagou por alguma coisa. Se ao lado da URL do site estiver escrito “Ad”, isso significa que a posição foi paga. Não é algo errado de se fazer, mas acredito que a maioria das pessoas prefira conseguir esse resultado de forma orgânica, ou seja, gratuita. 

Contruindo um texto com bom SEO

Palavra Chave

Existem algumas exigências dos robôs do Google para que o seu SEO fique incrível. Tudo isso foi pensado de forma que melhore a experiência do usuário. Por isso, uma das coisas principais é a escolha da palavra chave. Sobre o que o seu texto fala? 

Para que a palavra chave seja escolhida, o produtor do conteúdo precisa fazer uma pesquisa. O que as pessoas estão pesquisando e pelo uso de quais termos? Use a pesquisa do Google para saber quais os principais termos procurados ou o Google Trends.

Por exemplo, se o seu nicho é moda, você pode escrever essa palavra na pesquisa do Google e aí verá opções interessantes de conteúdo

A partir disso o seu texto pode começar a ser construído. A palavra chave deve aparecer:

  • no título;
  • no primeiro parágrafo;
  • na metadescrição do texto;
  • várias vezes ao longo do texto – desde que sem exagero;

Saiba mais sobre como escolher a palavra chave

Tamanho do Texto

 O ideal é que um post tenha pelo menos 300 palavras. Entretanto, aponta-se que o número médio de palavras nos textos mais bem posicionados do Google é 2.500. Nesse ponto acredito que seja importante retomar uma fala que se localizava no começo do texto: preocupe-se com a qualidade da sua criação e não apenas com o SEO. 

Ou seja, se para atingir 2500 palavras você precisa fazer algo conhecido como “encher linguiça”, não o faça. Confie em mim quando eu digo que não vale a pena. 

Títulos e subtítulos

Todo texto de blog tem dois títulos: o título do post e o título SEO. O título do post é o que aparece quando alguém entra na sua página. O título SEO é o que aparece na página de busca:

 É fundamental que ele contenha a palavra chave e tenha cerca de 55 caracteres. Por isso, quando você for pensar no seu título SEO, pense em como você pode deixá-lo bem objetivo. 

Saiba mais sobre títulos SEO

Não apenas os títulos são importantes. Por isso, nós falaremos agora a respeito de subtítulos. Um texto dividido em subtítulos é muito mais rápido e fácil de ler. Analise da seguinte forma: se você já soubesse tudo sobre SEO e quisesse apenas ler mais sobre títulos, você poderia vir rapidamente para essa parte do texto, sem precisar ler tudo. 

Portanto, o subtítulo deve deixar claro para o leitor o que ele vai encontrar nesse pedaço da sua obra. 

Outro fator importante é que o Google recomenda que cada subtítulo contenha um texto de, no máximo, 300 palavras. 

Use imagens

As imagens também são fundamentais para o bom SEO. Porém, como para o Google não é possível ‘ver’ as imagens, você deve usar outras alternativas. 

A primeira coisa a se tomar cuidado é no momento da escolha da imagem. Se você fizer uso de fotos muito pesadas, o carregamento do seu site vai ficar lento e isso é péssimo para você. Portanto, sempre analise o tamanho da imagem escolhida. 

Ao salvar uma foto, cuidado com o nome do arquivo. Para ser encontrado pelo Google Imagens é preciso ter um nome que as pessoas possam procurar e isso obviamente não acontece se o nome for formado por números aleatórios. 

E, por último, falaremos do “alt text” da sua imagem. O ideal é que ele contenha a sua palavra chave. 

Saiba mais sobre SEO para imagens

Seguindo todas essas opções, sua página já conseguirá ficar melhor ranqueada. Entretanto, ainda há muito o que aprender. Por isso, nós recomendamos que você leia mais alguns textos do nosso blog. Deixo algumas opções aqui:

Link Building: o que é e como utilizá-lo

 Link nofollow e dofollow

Fontes 1, 2 e 3