Morte de criança força youtuber a pagar indenização


Nós sempre falamos que um youtuber precisa cuidar do seu conteúdo. Com isso queremos reforçar a responsabilidade de ser um influenciador digital. Uma morte de criança fará uma youtuber pagar indenização para os pais da menina, mas a pequena não voltará jamais.

A youtuber chinesa Ms Yeah pode ter aprendido algo com a morte de criança. Com 7 milhões de inscritos no seu canal do YouTube, a chinesa se tornou popular em 2017.

Em seu canal do YouTube ela cozinha. Porém não é de uma forma convencional. E foi isso que chamou a atenção dos fãs.

Receita causa a morte de criança

Duas meninas que acompanhavam o canal da youtuber resolveram tentar reproduzir uma das receitas. Mas ela era mais perigosa do que parecia ser.

Era uma forma de fazer pipoca, entretanto sem o uso do fogão ou do forno de microondas. Ela fez o alimento com o auxílio de uma lata de refrigerante e uma lamparina.

Porém quando as duas meninas tentaram fazer a pipoca, elas fizeram algumas adaptações. Por isso, usaram duas latas e colocaram o álcool diretamente nas latas.

No momento em que elas começaram a fazer a pipoca, o experimento explodiu, isso foi no dia 22 de agosto.

As meninas de 14 e 12 anos se machucaram seriamente. A menina de 14 não resistiu aos ferimentos e morreu. A de 12 vai precisar passar por cirurgias plásticas reparadoras.

A responsabilidade da youtuber

A influenciadora Ms Yeah declarou que estava sofrendo muito com essa situação. Ela escreveu um post com o título “O pior dia da minha vida”. Nele, ela pediu perdão por ter desapontado os fãs.

Entretanto, ela também deixou claro que não acredita que tenha culpa no ocorrido. Para justificar esse posicionamento, ela mostrou uma imagem do experimento das meninas.

Ela declarou que, na imagem, percebe-se que elas estavam usando duas latas e nenhuma lamparina. Portanto, não seria certo dizer que elas estavam imitando o vídeo.

Além disso, ela fez questão de lembrar que os vídeos dela não são DIY. Inclusive todos contém avisos para que as pessoas não os reproduzam em casa.

O vídeo no qual ela faz a pipoca na lata foi removido da plataforma.

Acordo com as famílias

Por mais que o acidente não tenha sido causado pela youtuber, ela concordou com um acordo com as famílias.

Entretanto, as cláusulas permanecerão em sigilo. Do pouco que se sabe, podemos destacar que ela pagará por todas as despesas do tratamento da menina de 12 anos.

Fontes: 1 e 2