fbpx
Pular para o conteúdo

O que é a tirania de monopólio do Facebook comandada por Mark Zuckerberg?

Entre memes, vídeos, textões, discussões políticas, polêmicas, o Facebook é dono de um poder gigantesco. Mas será que poder absoluto corrompe tudo? O Vale do Silício provou ser um fracasso do ponto de vista ético em 2018. E Mark Zuckerberg não esteve de fora. Tanto o Facebook quanto o Google encabeçam a lista das controvérsias.

A empresa de Mark Zuckerberg atualmente não é mais apenas o melhor lugar para trabalhar. Funcionários já estão comprando novos telefones para trocarem suas verdadeiras opiniões sobre a rede social e seu futuro.

Leia também: Entenda porque executivos de redes sociais não as utilizam

Enquanto isso, foi revelada a verdadeira natureza do legado de Mark Zuckerberg. Depois de vazamentos de e-mails, o Parlamento do Reino Unido publicou no começo de dezembro uma coleção de cerca de 250 páginas de e-mails executivos secretos da empresa. E eles apresentam tudo aquilo que já suspeitávamos.

  • Mark Zuckerberg aprovou pessoalmente a decisão de cortar os dados do Vine da rede social.
  • Facebook tentou descobrir como pegar dados de chamadas dos usuários sem pedir permissão.
  • Aplicativos importantes foram listados em branco. E receberam maior acesso aos dados do usuário, mesmo com restrições.
  • Zuckerberg admitiu que o é bom para o mundo não é, necessariamente, bom para o Facebook. E também sugeriu que dados dos usuários valessem US$0,10 ao ano.

O conselho de diretores do Facebook não tem poder quando o assunto é remover Mark Zuckerberg de seu papel duplo como presidente. Isso, na verdade, equivale a uma tecnocracia da American Tycoons.

Mark Zuckerberg e a cobrança pelo acesso a dados

Dentre os e-mails, foi notado que executivos discutiram a maior ameaça do Facebook. Acabaram atrapalhando o jornalismo, desviando o tráfego da internet e se transformando em uma plataforma contra o Estado, a democracia e o capitalismo. Foram desacelerando rivais, chegando até frustrar a própria inovação. 

Nesse momento, Mark Zuckerberg vende que Messenger, Instagram, WhatsApp e Facebook são unidos e felizes. Contudo, as ações da empresa continuam caindo na NYSE (The New York Stock Exchange). No Glassdoor, o índice de satisfação dos funcionários da empresa caiu constantemente ao longo do ano. E para o público, a decepção segue do mesmo jeito.

Leia também: Como marcas podem reverter o abandono do Facebook?

Em 2012, a equipe do Facebook discutiu a venda do acesso aos dados do usuários para os principais anunciantes. A busca pelo lucro levou à centralização dos dados. Nisso, deixando ricos ainda mais ricos. O poder absoluto, então, corrompe Mark Zuckerberg.

Há evidências de que a recusa do Facebook em compartilhar dados com alguns aplicativos fez com que houvessem falhas. A empresa escolheu os vencedores, chegando a enganar a publicidade sobre sua proposta de vídeos. Foi descoberto que o Facebook chegou a falsificar as métricas de vídeo para conseguir vender a ideia do Facebook Watch.

Leia também: O Facebook morreu?

Isso só demonstra ainda mais a falta da moralidade por trás da busca do lucro.

FONTE

Facebook Comments Box
29 de setembro de 2020

Facebook lança Accounts Center para sincronizar funções de seus apps

Já alertamos em posts anteriores que o Facebook tem apostado fortemente na integração de suas redes sociais. Justamente por isso, será cada vez mais frequente ver a junção de recursos…

27 de julho de 2018

Como criar um calendário editorial?

Você já ouviu falar em calendário editorial? Já te falaram que você deveria fazer um, mas você não sabe como? Com algumas dicas, você perceberá que isso pode te ajudar…

18 de outubro de 2019

5 filmes e séries que todo influenciador precisa ver

Nada melhor do que se divertir enquanto se informa e aprende coisas novas, não é mesmo? E se isso pode ser feito com filmes e séries, melhor ainda. Por isso…

Rua Teodoro Sampaio, 2767 Sala 22 - Pinheiros, São Paulo, Brasil - CEP: 05405-250
thais@influu.me | imprensa@influu.me
CNPJ:19.354.277/0001-40

© Copyright influu.me - 2021
Todos os direitos reservados