Irmãos Neto – acusação de pedofilia e vários processos


Os irmãos Neto são os youtubers mais famosos do Brasil. Felipe Neto tem um público mais velho e Luccas tem público infantil. Mas eles também são conhecidos por outros motivos.

Não há uma pessoa que seja ativa na internet e não conheça os irmãos Neto. No caso do Luccas, ainda há uma questão mais específica: não existem pais de crianças pequenas que não conheçam Luccas Neto.

Mas Felipe está a mais tempo nas redes sociais. Ele começou produzindo vídeos para o público adulto e, depois de um tempo, acabou mudando seu público para juvenil.

Além disso, nos últimos anos, ele ficou mais em evidência por causa dos seus posicionamentos políticos.

Inclusive, Felipe Neto chegou a gravar um vídeo cobrando o posicionamento de outros artistas e influenciadores. Atitude que não agradou muita gente e gerou reação de outros digital influencers.

Irmãos Neto e as acusações de pedofilia

Os irmãos Neto foram chamados de pedófilos nas redes sociais. Essas acusações partiram de duas pessoas: a youtuber Antonia Fontenelle e o deputado Helio Lopes.

Os dois compartilharam um vídeo que é feito com montagens de vídeos dos irmãos Neto. O compilado é formado pelos vídeos e, além disso, há a a presença das frases “pedofilia não tem graça” e “todos contra a erotização de crianças e adolescentes”.

Os processos

Os irmãos Neto já se pronunciaram sobre o assunto. Luccas gravou um vídeo de cerca 16 minutos rebatendo as acusações e colocando os vídeos em contexto.

Já Felipe fez um post no Twitter afirmando que vai processar todos os que estiverem associando o nome dele e o do irmão a casos de pedofilia.

A primeira a ser processada foi justamente Antonia Fontenelle. Os influenciadores pediram indenização de R$200 mil.

Mas não para por aí. De acordo com o jornal “O Dia”, Fontenelle tem 24 horas para remover qualquer conteúdo acusatório relacionado a pedofilia contra os irmão Neto. Há uma multa para o caso de descumprimento que é de R$5 mil por dia.

Fontes 1 e 2 e