Instagram prioriza fotos com nudez? Entenda o que diz a pesquisa


O assunto de que o Instagram dá prioridade a conteúdo com nudez está ganhando as redes sociais. Isso aconteceu depois do lançamento de um estudo sobre o que é priorizado pelos algoritmos da rede social.

Por isso, nesse post, vamos falar sobre essa pesquisa e o que ela revela acerca dos conteúdos de sucesso no Instagram. E mais: qual o impacto disso para os creators. Confira a seguir.

Instagram prioriza conteúdo com nudez?

De cordo com uma pesquisa feita pela AlgorithmWatch em parceria com a European Data Journalism Network, esse é o conteúdo beneficiado pelos algoritmos da rede social.

Isso foi observado por conta da tendência do feed em mostrar mais fotos de pessoas com pouca roupa do que conteúdos de outros tipos.

Para chegar ao resultado, foram necessários 26 voluntários. Periodicamente, eles abriam uma extensão instalada em seus navegadores, cujo objetivo era registrar os posts que ficavam no topo do feed do Instagram.

Em seguida, os mesmos voluntários seguiram algumas contas criadas no Instagram para promover marcas e atrair clientes.

O resultado foi surpreendente. E isso porque das 2.400 fotos postadas durante o estudo, mais de 20% delas (326) continham mulheres usando roupa íntima ou biquíni e homens sem camisa.

No entanto, a pesquisa mostrou ainda que essa tendência do Instagram em priorizar conteúdo com nudez não aconteceu com todos os voluntários.

E, por isso, a conclusão é que, apesar da rede social promover esse tipo de conteúdo, há outros fatores que podem quebrar essa regra. De acordo com o estudo, a personalização pode ser um desses fatores que mudam o comportamento.

Mas, o que essa pesquisa revela sobre os algoritmos do Instagram? Veja a seguir.

Leia também: Crescer no Instagram – 5 dicas incríveis

Algoritmos do Instagram

O estudo observou que, se os algoritmos do Instagram tratassem todos os conteúdos da mesma forma, a proporção de imagens diferentes no feed seria a mesma.

Porém, não foi isso que se observou. Afinal, 30% dos posts exibidos aos voluntários continuam nudez.

Além disso, a nudez feminina tinha 54% mais chance de estar nos feeds dos voluntários; enquanto a nudez masculina tinha 28% mais evidência.

Em contraponto, conteúdos de paisagens e até mesmo comidas perdiam visibilidade. E isso porque tinham 60% menos chances de serem mostrados no feed.

Efeitos para criadores de conteúdo

Mas como isso reflete nos criadores de conteúdo que usam o Instagram? Um dos efeitos é justamente na influência do comportamento de creators e até mesmo o tipo de conteúdo que postam.

Afinal, se um conteúdo é priorizado pela plataforma, ele tem mais chances de performar bem. E isso porque quanto maior o alcance, mais comentários e curtidas ele pode ter.

No entanto, o Facebook, que adquiriu o Instagram, contesta o estudo. De acordo com um pronunciamento da rede social, a pesquisa é falha.

“Classificamos as postagens em seu feed com base no conteúdo e nas contas nas quais você demonstrou interesse, e não em fatores arbitrários, como a presença de roupas de banho”, declararam em nota.

Fonte