Instabilidade atinge Instagram, Facebook, WhatsApp e Twitter


Nesta quarta-feira (3), os usuários das principais redes sociais enfrentaram problemas ao utilizá-las. Instagram, Facebook, WhatsApp e até mesmo o Twitter apresentaram instabilidade logo pela manhã. O problema tem persistido e as redes sociais ainda não apontaram a origem dos problemas.

Por isso tanto usuários comuns quanto equipes de social media que gerenciam contas comerciais tiveram dificuldades.

Problemas reportados pelos usuários

Os principais problemas apontados pelos usuários envolvem o envio de mídia. Por isso, áudios, imagens e vídeos não estavam sendo entregues. Logo, quando entregues, tendem a apresentar irregularidades.

No Instagram, a instabilidade impossibilitou a utilização dos Stories. Além disso, a visualização dos feeds ficou prejudicada, já que algumas fotos não carregavam.

Algo similar aconteceu no Facebook. Fotos de perfis, da linha do tempo ou mesmo de grupos apresentavam dificuldades para carregar. Aliás, os vídeos também não apareciam.

No Twitter o problema não chegou a atingir as mídias, mas impossibilitou o envio de DM (mensagens diretas) entre os usuários da rede social.

O WhatsApp, por sua vez, estava permitindo apenas o envio de mensagens em texto. Áudios, vídeos, imagens e até mesmo gifs e figurinhas não foram entregues.

Causa da instabilidade

A última vez que as plataformas do Facebook apresentarram instabilidade foi em 13 de março. Na ocasião, o problema durou apenas algumas horas.

Segundo o site Down Detector, o problema nas redes sociais atingiram diversos país. O site, que reúne reclamações de consumidores sobre o status de serviços online, apontou que a instabilidade atingiu principalmente Brasil, EUA, Argentina e Peru.

O Facebook se pronunciou sobre a instabilidade. Reconheceu o erro e declarou estar trabalhando para resolvê-lo.

“Sabemos que algumas pessoas e negócios estão com problemas para carregar ou enviar imagens, vídeos e outros arquivos em nossos aplicativos. Estamos trabalhando para normalizar a situação o mais rápido possível.”

Fontes 1, 2 e 3