Influenciadores trazem intervalo comercial para o Instagram


No marketing de influência, há diversos formatos de conteúdo que são utilizados para dar conta das famosas publis. No entanto, além dos formatos já conhecidos no mundo digital, os influenciadores começaram a apostar no intervalo comercial – típico da televisão – para fazer publicidade no Instagram.

A seguir, entenda como esse formato tem sido adotado e o impacto que ele pode ter na dinâmica das redes sociais.

Publicidade nas redes sociais

Você provavelmente já está familiarizado com os comerciais apresentados na televisão: um vídeo institucional que passa a mensagem da marca, de forma clara e direta.

Sejam criativos ou não, a verdade é que eles são facilmente reconhecidos pelo que são. E, por isso, fica visível quem está passando a mensagem e com qual intenção.

No entanto, quando a publicidade paga é feita nas redes sociais, especialmente em perfis conhecidos, nem sempre é fácil identificá-la. Afinal, muitas vezes ela acaba sendo sinalizada apenas por uma hashtag localizada na legenda.

Por isso, cada vez mais cresce o debate acerca da necessidade de ter transparência com os seguidores. E, nesse sentido, os comerciais acabam sendo um formato que as pessoas podem identificar como publicitário com mais facilidade.

A importância da transparência

Não sinalizar o conteúdo como publi para os seguidores hoje é algo muito criticado. Inclusive, essa omissão foi um dos fatores apontados como problemáticos no caso do Fyre Festival.

No Brasil, a falta de sinalização em publis nas redes sociais infringe o Código de Defesa do Consumidor, que determina que toda publicidade deve ser imediatamente identificada como tal pelo público que tem acesso a ela.

Há diversas formas de fazer isso. E, no caso do Instagram, já é possível marcar empresas como parceiras comerciais nos posts do feed. Assim, no primeiro contato com o conteúdo, as pessoas já identificam o objetivo do conteúdo e podem escolher consumi-lo ou não.

Mas, como os comerciais têm sido inseridos no Instagram? Confira abaixo.

Como funciona o intervalo comercial no Instagram?

O intervalo comercial no Instagram tem sido adotado tanto no feed quanto nos stories. No entanto, a proposta também pode ser inserida no IGTV.

Ele funciona basicamente como uma espécie de intervalo no conteúdo regular. Ou seja, é inserido entre o conteúdo usualmente postado pelos influenciadores.

Essa inserção é sinalizada. Assim, no caso dos stories, por exemplo, há um aviso no story anterior.

A designer de interiores Medina Grillo tem usado o conceito que chamou de Ad Break desde a metade de 2019. A intenção tem sido justamente advertir os seguidores do Instagram sobre o que é anúncio pago e mensagem de patrocinadores.

View this post on Instagram

You might have seen this graphic (swipe!) used a lot in my stories whenever I share something that has been sponsored or is a paid collaboration with a brand. I call it an AD BREAK (I’ve been doing it for about 5 months now) – and I liken it to tv adverts because to be honest I just feel it makes sense 😆. There’s a few reasons why I decided to do this, the first being transparency. I want it to be a 100 percent clear when something is an Ad – no questions, no assumptions, no confusion. Second, story flow! Sometimes I record stories in advance for a collaboration and because stories are often shared in real-time (or near enough) , it always felt odd flitting back and forth between the past and present without warning. Third, choice. I can appreciate that seeing ADS on social media isn’t everyone’s cup of tea. With a pre- warning story like this, it gives you the freedom to swipe away if you’d rather not watch (sort of like what we do when we fast forward through adverts on the tv). No hard feelings of course. Not all ads may relate to you and that’s perfectly fine. . I know there has been lots of media (positive but mainly negative) surrounding ads this year, and I think a lot of that might be due to the fact that not many people understand what and why they’re done. For the most part, Ads help to keep my blog running. They help to sponsor organic content creation. And because I’m now working freelance, they help to keep a roof over my head. I’m grateful to be able to do them, and I’m grateful to YOU, my readers because you are a big reason as to why these ads are even possible 🙏🏾. I would love to hear your thoughts on this way of doing things? . . . #myhome #pursuepretty #aquietstyle #interiorstylist #interiorsblogger #muslimentrepreneur #womensupportwomen #onlyinterior #hijabibloggers ##cosyhome #howwedwell #celebrate #thisisme #muslimgirl #flashesofdelight #multifaceted #muslimwomen #muslimah #findjoy #beyourself #womeninspiringwomen #howirent #bloggingcommunity #bloggerlife #businesswoman

A post shared by Medina Grillo (@grillodesigns) on

Mais que apenas espaço para anunciar

A proposta do marketing de influência tende a ser o mais natural possível quando se trata de publicidade.

Afinal, um dos pontos do trabalho com influenciadores é justamente mostrar que os perfis são bem mais que apenas espaços para publicidade.

E isso porque, no mundo ideal, o esperado é que os influenciadores indiquem aquilo que, de fato, usam e gostam. Ou seja, que compartilhem dicas com os seguidores a partir de suas próprias experiências – sinceras e reais.

No entanto, é importante ressaltar que há várias formatos de conteúdo que podem funcionar nas redes sociais. O importante é que, independentemente do escolhido, haja sinceridade e transparência com o público.

Fontes: 1, 2 e 3