Influenciadores ajudam na decisão de compra


Influenciadores são ajudas incontestáveis nas decisões de compra dos brasileiros. Por mais que tente evitar os comerciais das televisões ou dos sites, um rosto familiar está sempre te indicando algum produto. Seja ele filme, roupa, entre milhares de outras coisas.

Ainda que, de acordo com a pesquisa do Instituto QualiBest – considerado o primeiro instituto de pesquisas online do Brasil – parentes e amigos são os principais influentes na tomada de decisão de compra, blogueiros, youtubers e podcasters já estão próximos de tomar a liderança.

Daniela Malouf, diretora-geral do Instituto QualiBest, explica que 49% dos respondentes afirmaram terem os influenciadores digitais como a segunda fonte na tomada de decisão. Perdendo, como já citado, para a confiança passada por pessoas ainda mais próximas.

Mas conforme o conteúdo vai mudando, mais próximo estão os influenciadores de tomarem a liderança. Vlogs diários e o podcasts, por exemplo, aproximam cada vez mais o espectador na vida pessoal do produtor de conteúdo. Nisso, é só questão de tempo para gerar uma confiança maior.

Segundo a pesquisa – realizada em março deste ano, com 700 pessoas – 76% seguem ao menos um influenciador digital, deixando claro as decisões dos profissionais, principalmente quanto as redes sociais. Dentro da porcentagem, Facebook e Youtube ainda são as mais utilizadas – 92% e 90%, respectivamente.

E também as mais preferidas – com o Instagram em terceiro lugar, nas duas categorias. O sentimento de distância de um artista de televisão, por exemplo, é maior, pela sensação da pessoa ser intocável. O crescimento da internet quebrou o tabu, transformando a intocabilidade, em possibilidade, principalmente, com as redes sociais.  

Os influenciadores

Apesar da pesquisa trazer nomes como o de Neymar e o de Anitta no topo de influenciadores dos seus segmentos (esporte e música, no caso), a maioria deles segue na internet.

Ainda assim, os dois, constantemente, aproveitam suas redes sociais. Whindersson Nunes, Dani Doce e Coisa de Nerd são nomes que lideram em suas categorias. Eles ultrapassam influenciadores da televisão, provando, ainda mais, o poder da internet na vida das pessoas.

A segunda posição ainda se dá pela distância pessoal entre consumidor e produtor. Mas que, nada como um conteúdo mais constante e mais engajado para uma reversão de valores.

Fonte