Influenciadora que devolveu criança será investigada


Influenciadora que devolveu criança

Myka Stauffer é uma influenciadora digital americana. Ela se tornou notícia no mundo todo como a influenciadora que devolveu criança adotada. Mas essa história ainda não terminou.

Nós noticiamos o caso da influenciadora que devolveu criança na semana passada (você pode ver o post aqui). A influenciadora e o marido adotaram um menino na China em 2017.

Entretanto, o menino tem, segundo ela, problemas de saúde – jornais especulam que seja autismo – mas a influencer e seu marido sabiam disso no momento da adoção.

Os dois afirmam que não imaginavam que a situação seria tão difícil e, por isso, resolveram desfazer a adoção do garoto. Eles afirmaram que o menino já está com outra família.

Polícia vai investigar o caso

A polícia do condado de Delawere resolveu investigar o caso. Os policiais afirmam que é preciso ter certeza de que todas as crianças estão física e emocionalmente bem.

Por isso, os pais e as crianças – os filhos biológicos e o menino adotado – serão acompanhados por um time de especialistas.

Além disso, o casal precisará explicar os termos da nova adoção do garoto. Isso acontece pelo fato de que a agência que ajudou o casal com o processo para a vinda dele da China afirmou que não foi contatada para que o novo processo fosse iniciado.

Aliás, aparentemente nenhuma agência foi informada da nova adoção. Em entrevista ao Buzzfeed, a Vice-presidente da Associação de Pais e Crianças, Susan Soonkeum  afirmou:

“Colocar nas redes sociais e descrever a situação como ‘nós achamos uma outra família’. O que isso significa? Isso passou por uma agência? A família para a qual ele foi mandado foi analisada por alguém antes? Isso é muito incomum”.

A polícia precisa saber se algum órgão público ou agência participou do processo de adoção ou se foi somente um acordo entre as duas famílias.

Fontes 1 e 2