A importância do isolamento e tratamento acústico


Quando se começa um canal e dá início à gravação de vídeos. Além de se preocupar com a estética da imagem, é necessário prestar bastante atenção na qualidade do seu som. Afinal, o isolamento e tratamento acústico podem fazer a diferença.

Uma produção com a iluminação correta, cores bem tratadas, conteúdo interessante, cuja apresentação é bastante interativa, pode ser prejudicada caso o áudio esteja ruim.

Um som ruidoso, com eco e que não esteja claro ou limpo pode distanciar o público do material. É comum pessoas abandonarem vídeos em pouco tempo somente por se sentirem desconfortáveis quanto à qualidade sonora.

Então, identifique o problema e atue para melhorar. Geralmente, produções como simples vlogs, onde uma pessoa conversa diretamente com a câmera, poderão resolver estes problemas apenas com uma manutenção dos equipamentos de captação.

Já produtores que tenham canais que produzam conteúdos audiovisuais mais elaborados (sobretudo musicais) medidas igualmente trabalhosas serão exigidas.

Caso o áudio do seu produto tenha se tornado um incômodo para a audiência, embora o seu material de captação seja bom, está na hora de prestar atenção no ambiente escolhido para as gravações. Este é o caso de pensar em investir no isolamento e também no tratamento acústico do seu espaço de filmagem. Com finalidades diferentes, ambos convergem para um objetivo comum: aprimorar o áudio de suas produções.

Qual a importância do Isolamento e Tratamento acústico?

O isolamento irá garantir que qualquer tipo de barulho exterior continue do lado de fora. Ao mesmo tempo, permite que os sons produzidos internamente fiquem dentro do espaço, sem que escapem e perturbem a vizinhança.

Para isolar o som de um lugar é preciso de “massa”. Materiais pesados compondo a parede do seu espaço, como tijolos espessos, garantirão que menos decibéis passem para outros ambientes. Quanto mais denso o material (concreto, aço ou chumbo, por exemplo) melhor para cumprir este propósito. Contudo, mesmo montando uma “caixa” perfeita com estes materiais, isso não garante a excelência em qualidade de áudio no seu projeto.

É importante atentar-se ao tratamento acústico e não apenas a querer isolar um local. A função deste acabamento interno é cuidar das reverberações sonoras presentes no lado de dentro de uma determinada área.

O que compõe a superfície das paredes, do teto e do piso também irá influenciar na qualidade do áudio a ser gravado e pode fazer diferença no seu vídeo.

Como fazer o tratamento acústico?

Uma das maiores preocupações de youtubers produtores de conteúdo é a presença de reverberações sonoras em seus vídeos, ou seja, o famoso eco. Para reduzir esse tipo de ressonância, materiais como cortinas, carpetes, espumas e isopores são recomendados. E isso porque auxiliam na suavização dessas repercussões sonoras.

Vale apontar que caixas de ovos, embora pareçam uma alternativa barata, podem trazer convidados indesejados, como baratas e outros insetos.

Forrando as paredes com os elementos citados acima, pode-se obter um resultado profissional para seus vídeos. Além de tornar a experiência auditiva mais agradável aos espectadores.

Estas medidas são ideais para dar conta da reflexão sonora dentro do seu espaço de gravação, fazendo com que os barulhos internos não sejam refletidos pelos limites da sala e retornem com atraso – isto é, produzindo eco.

Fontes: 1 e 2