fbpx
Pular para o conteúdo

Como fazer um clickbait positivo?

Uma das coisas mais criticadas da internet é o bom e velho clickbait. Mas saiba que essa prática pode ser interessante no YouTube se utilizado de maneira inteligente e “ética”. O grande problema desse formato de título é que ele é mal interpretado.

A maioria das pessoas o associam aos títulos chamativos que não têm nada a ver com o conteúdo apresentado, seja em um texto ou vídeo. E sim, isso é uma maneira de fazer clickbait, mas é forma errada de utilizar essa ferramenta.

Você pode fazer um título chamativo e, muitas vezes, apelativo, mas sobre a mesma coisa que você falará no conteúdo. Essa é a maneira positiva e válida de fazer um clickbait.

A diferença entre os dois tipos de clickbait

As duas maneiras vão ser eficientes para atrair público para o vídeo. Porém de nada adianta chamar pessoas e não conseguir mantê-las assistindo o máximo possível do conteúdo. E é aí que está a grande diferença entre os dois formatos.

Se bem feito, você não estará sendo desonesto com seu público, só utilizará um título mais atrativo e clicável. Mas aquele título está relacionado com o conteúdo. Portanto esses usuários vão encontrar no vídeo exatamente o que buscavam e vão sair felizes (caso o conteúdo seja bom é claro).

Se mal utilizado, você estará dando um tiro no próprio pé. Já que não adianta nada atrair pessoas se você não conseguir mantê-las. Isso abaixará o tempo de visualização do seu canal, pois elas entrarão e sairão logo em seguida ao perceberem que foram enganadas. Dessa forma, o YouTube entenderá que o seu conteúdo não é relevante e o recomendará para menos pessoas.

Exemplos

Rolandinho, do Pipocando, falou no influuteco que utiliza clickbait em seu canal constantemente. Ele é o exemplo do bom clickbait. Vejamos um exemplo: “5 ESCÂNDALOS que DESTRUÍRAM os FILMES! “.

As palavras “escândalos” e “destruíram” deixam o título mais apelativo. Mas o vídeo não deixa de ser sobre brigas que atrapalharam produções de cinema.

Agora se eu fizesse um vídeo com título “A grande revolução no Universo Marvel” e o conteúdo fosse sobre os personagens divulgados do filme da Capitã Marvel (que não é nada de inesperado ou de surpreendente), seria um exemplo de clickbait negativo. Porque o público vai entrar no vídeo esperando algo que vá revolucionar o universo, uma notícia bombástica ou algo do gênero. E, no final, eu apenas vou falar algo que nem está tão relacionado com o título e que está longe de ser uma super novidade.

Facebook Comments Box
17 de julho de 2019

Dia Mundial do Emoji: veja quais deles são os mais populares em 2019

Hoje, dia 17 de julho, é comemorado o Dia Mundial do Emoji. Em homenagem à data, o site Emojipedia costuma lançar novos emojis. Mas, além disso, o site mostra ainda…

14 de setembro de 2020

Estudo revela views e cliques de robôs em anúncios do Facebook

Se você faz ou pensa em fazer anúncios no Facebook, provavelmente não vai gostar nada dessa notícia. E isso porque um estudo americano mostrou que robôs são responsáveis por parte…

10 de maio de 2018

Como estudar pelo YouTube

Boa parte das pessoas tem uma concepção errada sobre o YouTube. A ideia de que na plataforma só tem youtuber que não quer estudar e faz vídeos fúteis que não…

20 de agosto de 2018

7 dicas para garantir o sucesso do seu conteúdo no YouTube

Muito além de uma plataforma de vídeos, o YouTube é uma concentração de informações. São notícias, curiosidades e entretenimento. Já falamos muito aqui sobre como crescer no YouTube e um…

Rua Teodoro Sampaio, 2767 Sala 22 - Pinheiros, São Paulo, Brasil - CEP: 05405-250
thais@influu.me | imprensa@influu.me
CNPJ:19.354.277/0001-40

© Copyright influu.me - 2021
Todos os direitos reservados