Facebook abre café para dar dicas sobre privacidade na rede social


Após algumas polêmicas envolvendo a segurança das informações de seus usuários, o Facebook dá um passo para retomar a confiança dos internautas nesse quesito. Nessa quarta-feira (28), o Facebook abre um café em Londres para dar dicas sobre configurações de privacidade na rede social.

A iniciativa acontece com direito a distribuição gratuita de café até o dia 5 de setembro.

Café do Facebook em Londres

Segundo informações do jornal Evening Standard, serão cinco cafeterias ao todo no Reino Unido. Elas serão temporárias e, apesar de distribuírem café gratuitamente, o o objetivo principal será outro.

O propósito é que os clientes recebam dicas e ajuda para configurarem suas opções de privacidade.

O Facebook inaugura hoje seus primeiros cafés, que estarão nos bares The Attendant e Takk.

‘Ajudinha’ para os usuários

A iniciativa do Facebook acontece após uma pesquisa apontar que 27% dos usuários da rede social do Reino Unido não sabem configurar suas opções de privacidade.

Ao site Mashable, Steve Hatch, que é vice-presidente do Facebook na Europa falou sobre a nova ação.

“É normal se preocupar sobre quem pode ver as coisas que você compartilha na rede social, mas nem todos sabem o que podem fazer quanto a isso. É por isso que tornamos a configuração de privacidade no Facebook algo rápido e fácil”, explicou.

Segundo Hatch, os atendentes darão dicas básicas. Algumas delas são, por exemplo, quais e quantas informações podem ser vistas e quem pode vê-las. Além disso, eles também orientarão o usuário a saber a quais sites se conectaram usando o Facebook.

Polêmicas

Essa é uma tentativa de remediar a reputação da rede social, que ultimamente está ligada a polêmicas. Muitas delas, inclusive, envolvendo questões de privacidade e segurança da informação.

Uma delas envolve a contratação de profissionais terceirizados pelo Facebook para ouvirem áudios dos usuários sem consentimento. Por isso, a empresa de Mark Zuckerberg pode ser multada em R$ 9 milhões no Brasil.

Além disso, há também o caso da Cambridge Analytica. O vazamento expôs informações confidenciais de 50 milhões de usuários da rede social. E, devido à proporção do escândalo, o caso deu origem a um documentário na Netflix.

Fontes 1 e 2