Direitos Autorais no YouTube – conheça as novas regras


As diretrizes de direitos autorais no YouTube vão mudar. Mas só para casos em que os direitos são violados de forma acidental. Geralmente, isso só acontece em vlogs, mas todos os casos devem ser avaliados.

Até o momento, se um vídeo usa um trecho de música protegida por direitos autorais e sem autorização prévia, quem tem o direito autoral – geralmente a gravadora – pode pedir o recebimento da monetização do vídeo.

Por não intencional entende-se que o youtuber estava gravando quando a música começou a tocar por culpa de outras pessoas. Por exemplo, se a pessoa estiver gravando em uma loja e começar a tocar uma canção nos altos falantes do local.

De acordo com o YouTube, as gravadoras estão criando muitas reclamações com esses casos. Por isso, que a plataforma resolveu que era momento de mudança.

Uma das situações mais graves aconteceu por uma música do Bon Jovi. Ou melhor, por uma frase de uma música do Bon Jovi. O youtuber citou uma única frase e a gravadora começou uma briga. A Sony/ATV ficou com uma parte da monetização do influenciador, mas desistiu da ação depois de ser contestada.

As Novas Regras de Direitos Autorais no YouTube

As novas regras de direitos autorais no YouTube começarão a funcionar em setembro. O que muda é que agora as gravadoras não poderão mais pedir compensação financeira em caso de direito autoral acidentalmente violado.

Portanto, para as gravadoras restarão duas opções:

1 – Permitir que o vídeo continue na plataforma, porém – como forma de punição – impedir a monetização e o uso de campanhas antes do vídeo;

2 – Pedir para que o vídeo seja removido do ar.

Com isso, o YouTube pretende fazer com que as gravadoras parem de pesquisar por vídeos com violações.

No começo dessa nova tática, a plataforma acredita que muitos vídeos serão removidos do Youtube. Entretanto, com o passar do tempo, a falta de compensação financeira pode desestimular a caça das gravadoras.

Ou seja, pelo menos por enquanto, youtubers que não querem perder seus vídeos devem ficar muito atentos.

Fontes 1, 2 e 3