Dia do orgulho LGBT: veja o que rolou nas redes sociais


Nesta sexta-feira (28) comemora-se o Dia Internacional do Orgulho LGBT. A data, que é um marco na resistência da comunidade LGBT, completa cinco décadas nesse ano.

Muitas marcas aproveitam a ocasião para deixar sua homenagem. Aliás, há aquelas que fazem campanhas específicas para comemorar os avanços da comunidade e celebrar a diversidade.

Como surgiu o Dia do orgulho LGBT

Em 1969, a polícia invadiu o bar Stonewall Inn, localizado em um bairro de Nova York. O estabelecimento era frequentado por gays, lésbicas, transexuais e travestis. E, apesar da comunidade LGBT sofrer frequentes perseguições, nesse dia iniciou-se uma resistência ao ataque da polícia.

Na época, a homossexualidade era vista como um distúrbio psíquico. Por isso, o que desencadeou naquele dia marcou a história.

Poucos meses depois, ativistas da causa fundaram organizações que levavam a bandeira da “liberação gay”. Assim, no aniversário das revoltas, a primeira Parada do Orgulho Gay aconteceu nos EUA.

Bandeira LGBT nas redes sociais

Esse ano, a causa foi lembrada em muitas redes sociais. Inclusive no Twitter, quatro hashtags em homenagem à comunidade LGBT estiveram nos Trends Topics. Veja:

#OrgulhoDeSer

Promovida pelo Google Brasil, a hashtag compartilha a história do movimento até hoje. Ou seja, é perfeita para conhecer mais da trajetória da comunidade LGBT. Confira abaixo a homenagem da multinacional de serviços online:

#OrgulhoDaMinhaHistoria

Em segundo lugar nos TTs, a hashtag ganhou bastante visibilidade graças ao marketing de influência. Um bom exemplo, decerto, é o da cantora Pabllo Vittar, que tuitou sobre a ação promovida pela Ambev. Veja:

#Orgullo2019 e #Orgulho2019

As hashtags ficaram em destaque em diversos países da América Latina. Alguns deles foram Argentina, México, Colômbia, Chile e até mesmo no Brasil.

Além disso, marcas renderam suas homenagens. E um exemplo é a Netflix, que, aliás, é bastante ativa nas redes sociais. Dá uma olhada:

Fontes 1 e 2