Pular para o conteúdo

Como começar a lucrar com o YouTube Shorts?

Você é youtuber, tem seu canal há algum tempo, mas ainda não começou a lucrar com o YouTube Shorts? Neste artigo, explicaremos quais perfis já estão habilitados para desbloquear os pagamentos através de views nesse formato.

Formato em alta

Quem trabalha com o YouTube e tem o canal monetizado bem sabe como é possível ganhar dinheiro na plataforma de vídeos. Entretanto, além do já conhecido, agora há uma nova forma de lucrar com o YouTube: o Shorts.

Mas, afinal, o que exatamente é esse formato?

Leia também: Você conhece esses 3 concorrentes do Reels?

Basicamente, o Shorts é um formato de conteúdo que se inspira no TikTok. Ou seja, a ideia é ter vídeos curtos e criativos, que possibilitem o entretenimento de forma rápida, mas que mantenham o usuário por mais tempo na plataforma.

Como este formato tem feito sucesso, muitas redes sociais estão apostando nele. Inclusive o Instagram, que ajuda na popularização desse conteúdo por meio do Reels.

Porém, a inovação do YouTube vem a proposta de monetizar esse formato através da quantidade de views. Saiba mais a seguir.

É possível lucrar com o YouTube Shorts?

Então, sim, é possível lucrar com o YouTube Shorts. Inclusive, essa é uma possibilidade graças ao YouTube Shorts Fund, um fundo de US$100 milhões que será pago aos youtubers entre 2021 e 2022.

O plano é que a verba chegue aos criadores de conteúdo aptos, que podem receber de US$100 a US$10.000 cada. O valor, porém, dependerá dos views que eles conseguirem obter na plataforma.

O objetivo do fundo é estimular a produção de vídeos curtos no YouTube, através do Shorts. Porém, o YouTube Shorts Fund é apenas o passo inicial. Ou seja, vem muita coisa ainda pela frente.

Quem está apto para monetizar o Shorts?

Abaixo estão os requisitos para começar a ganhar dinheiro criando Shorts no YouTube:

  • Ter enviado pelo menos um Short qualificado nos últimos 180 dias;
  • Seguir as diretrizes da comunidade, regras de direitos autorais e políticas de monetização;
  • Não incluir logo ou marca d’água nos vídeos;
  • Ser conteúdo original;
  • Ter mais de 13 anos (caso tenha menos de 18 anos, um responsável precisa criar uma conta no Google AdSense).

Além disso, é preciso ser residente dos seguintes países: Brasil, Índia, Indonésia, Japão, México, Nigéria, Rússia, África do Sul e Reino Unido.

13 de julho de 2018

Dia mundial do Rock: 5 youtubers rockeiros

O dia 13 de julho é comemorado o Dia Mundial do Rock. Apesar de se chamar "mundial", a data só é reconhecida no Brasil. Ela começou a ser celebrada a partir dos anos…

6 de agosto de 2019

Influenciadora perde todos os contratos após escândalo: o que fazer?

Influenciadora perde todos os contratos A confiança é algo muito importante para influenciadores digitais. Por isso, é preciso tomar cuidado com tudo o que você faz, dentro e fora das…

12 de março de 2020

Ansiedade: influenciadores digitais sofrem desse problema

Ansiedade é um sentimento normal do ser humano. Entretanto, ela pode surgir de forma mais intensa. Quando esse é o caso, a ansiedade é considerada uma doença e, como tal,…

27 de novembro de 2019

Instagram lança nova função para competir com TikTok

Depois do TikTok despontar como a mais nova febre entre o público jovem, o Instagram resolveu copiar funções do concorrente. Para isso, a rede social de Mark Zuckerberg está testando…

Rua Teodoro Sampaio, 2767 Sala 22 - Pinheiros, São Paulo, Brasil - CEP: 05405-250
thais@influu.me | imprensa@influu.me
CNPJ:19.354.277/0001-40

© Copyright influu.me - 2021
Todos os direitos reservados