Clickbait funciona no YouTube?


O Clickbait

Clickbait nada mais é do que colocar títulos que instiguem as pessoas a clicar no vídeo.

E, na maioria das vezes, esses títulos bombásticos não tem relação direta com o vídeo. Só estão ali para atrair as pessoas para o clique. Ou às vezes, o conteúdo tem relação com o do título, mas esse não é o foco do vídeo.

Essa ideia pode parecer genial. Porque o clickbait vai atrair muitas pessoas. Com isso, o seu vídeo pode ter muitas visualizações. A partir disso, o seu canal vai crescer, certo? Errado!

Engana-se quem pensa que a única coisa que importa no YouTube são os views. Para um canal crescer, muitas pessoas devem assisti-lo com frequência. E isso só ocorrerá se ele for recomendado para muita gente sempre.

Como fazer isso acontecer?

Mais do que visualizações, o seu canal é bastante recomendado se tiver muitos likes e se as pessoas clicarem no “sininho de notificações”. Mas não conte com isso, a enorme parte do público se esquece de fazer essas duas coisas.

E mesmo quem faz, não tem garantia de receber os seus vídeos porque essa é parte mais falha da plataforma. Por isso, para o seu vídeo ficar com um bom ranking no YouTube, as duas coisas mais importantes são watch time e tempo de retenção.

O primeiro é a soma dos minutos assistidos de seus vídeos, enquanto o segundo é o tempo em que as pessoas passam assistindo o seu conteúdo. Em resumo, os dois acabam dizendo quase a mesma coisa: Vale mais o tempo que assistem dos seus vídeos do que apenas os views.

Dessa forma, fica claro que de nada adianta a pessoa clicar no seu vídeo, ver que o conteúdo não é o que ela esperava e sair de lá rapidamente. Pelo contrário, o clickbait acaba sendo um problema, pois vídeos com tempo de retenção proporcionalmente baixo são menos recomendados.

No final, você vai estar tentando usar uma tática para atrair pessoas, mas apenas estará perdendo público com isso.