Pular para o conteúdo

Entenda a importância de ter um bom conteúdo

Um bom conteúdo

Antes de escolher a câmera que vai usar, qual é o microfone ideal e que programa é superior para a edição, defina o seu conteúdo. Um bom conteúdo é o principal fator para se obter sucesso no YouTube.

Mas o que seria um bom conteúdo? A resposta é simples: algo que entregue ao público aquilo que ele espera. Não há regra. O conteúdo pode ser sério, engraçado, despretensioso, expositivo, crítico, informativo.

Pode ser sobre moda, games, cinema, trollagem, esquetes de humor, esportes, notícias polêmicas. Há público para tudo, mas também já tem youtuber que fale sobre todos os assuntos, o que torna mais complicado ser original.

Aquela ideia “Quero meu canal igual àquele”, que muitos influenciadores inciantes tem, é o segredo para o fracasso. Fazer vídeos iguais aos de um canal já famoso não faz sentido.

As pessoas não vão se inscrever em duas contas iguais e você não será conhecido o suficiente para competir em condição de igualdade com esse youtuber.

Como ser original?

É possível ser original de muitas formas, às vezes o diferencial vai ser o seu jeito de ser, carismático, sério ou engraçado, por exemplo. O conteúdo não se restringe apenas ao que você vai falar nos vídeos, mais do que isso, ele será a forma como abordará aquele assunto.

Faça uma análise dos demais canais com tema parecido. Veja neles tudo o que você acha que pode ser melhorado, que tipo de conteúdo pode ser acrescentado e o que dali é possível reaproveitar de alguma forma. Junte tudo isso e dê um toque pessoal, coloque algo só seu.

Lembre sempre de ser você mesmo nos vídeos, pode parecer besteira, mas o público quer sinceridade. É fundamental também manter o padrão que já deu certo no seu canal, mas sempre tentando diversificar de alguma forma. Entregar o mesmo conteúdo todo vídeo fará com que o seu público vá perdendo o interesse aos poucos.

Não passe a impressão de que eles já viram tudo que o canal tinha para oferecer. Mas também tome cuidado com mudanças bruscas de temática ou formato, pode não ser o que esperam dos seus vídeos.

Por isso é necessário se manter próximo dos inscritos, para saber do que eles gostam. Outro ponto da abordagem que você deve ficar atento é a concisão.

O YouTube é um universo muito dinâmico e as pessoas não vão assistir a um vídeo de 40 minutos em que mais da metade é enrolação. Isso não quer dizer que é ruim fazer vídeos longos, apenas se os fizer certifique-se de que todo o conteúdo ali presente é preciso.

Por isso, antes de começar o canal e, posteriormente, antes de gravar qualquer vídeo, perca um tempinho no planejamento.

Planejamento

O primeiro passo antes de criar o canal é entender a relevância do conteúdo. Pense em três questões fundamentais:

– Quais são os seus pontos forte e fracos?

– O que seria interessante e as pessoas gostariam de assistir?

– Quem será seu público alvo?

Respondendo essas perguntas, você saberá qual vai ser o conteúdo, como ele será abordado e para quem está direcionado.

É indispensável definir bem o conteúdo. Evite tentar atingir muitos públicos ao mesmo tempo, pois você acabará não acertando nenhum. Escolha o seu nicho e se mantenha fiel a ele.

Não adianta querer falar de moda, cinema, esporte, fofoca e viagem no mesmo canal. Selecione apenas um e faça o melhor conteúdo sobre ele. Serão essas pessoas nichadas que vão ajudar o canal a crescer.

Crescendo o canal

A partir do momento em que elas se engajarem com o canal, vão divulgá-lo. E mais do que espalhar para todo mundo, elas vão indicar para amigos com gostos parecidos e que provavelmente se interessam pelo seu conteúdo.

Isso dá certo porque esses farão parte do mesmo nicho e serão mais propensos a se engajar também. Isso nada mais é do que o “boca a boca”, a forma correta de crescer na plataforma.

Definindo esses três pilares, pode começar o canal. Aos poucos, você aprenderá através de tentativa e erro a cada vídeo, e moldará o seu conteúdo ao que você considera ideal.

É importantíssimo reassistir aos vídeos e ver o que o público está achando. Essas duas coisas vão te ajudar a reconhecer seus equívocos para que possa consertá-los nos vídeos seguintes.

É essencial também traçar o que deseja para cada vídeo e estudar para isso. Além do roteiro, mesmo que seja um tema que você conheça, estude e se aprofunde ainda mais nele, para que possa ser feito o melhor conteúdo possível.

Não há nada melhor do que aquele youtuber que sabe tudo sobre aquilo que está falando. Passa credibilidade ao público.

18 de setembro de 2017

Direitos autorais no YouTube: Não perca dinheiro!

A questão dos direitos autorais é o tópico mais delicado e complexo para youtubers. Sobretudo para os que são novatos na plataforma e não têm tanto conhecimento sobre o assunto.…

3 de julho de 2020

Quer ter uma conta verificada no TikTok? Veja como conseguir o selo

Assim como no Facebook, Twitter e Instagram, também é possível ter uma conta verificada no TikTok. Esse estilo de conta é geralmente disponibilizado para figuras públicas - como artistas, cantores…

4 de setembro de 2020

Youtuber Moon Bok-Hee é acusada de enganar seguidores

A youtuber sul-coreana Moon Bok-Hee foi exposta na web. E isso porque seus seguidores a acusam de mentir para eles. Neste post, entenda mais sobre o conteúdo oferecido pela influenciadora…

29 de maio de 2018

Como fazer um mídia kit de influenciadores?

Antes de montar um mídia kit, é necessário entender o que é isso e qual é sua função. Essa expressão nasce no jornalismo. Geralmente os veículos de informação criam um…

Rua Teodoro Sampaio, 2767 Sala 22 - Pinheiros, São Paulo, Brasil - CEP: 05405-250
thais@influu.me | imprensa@influu.me
CNPJ:19.354.277/0001-40

© Copyright influu.me - 2020
Todos os direitos reservados