Blogueiros de viagem presos no Irã


Se você deseja ser influenciador de viagens, saiba que estudo é uma coisa necessária. Nesse caso, eu estou falando do estudo de culturas diferentes. Pois foi por falta de conhecimento que dois blogueiros de viagem foram presos no Irã.

O casal Jolie King e Mark Firkin já está sob custódia do Irã há mais de dois meses e tudo o que a família deles deseja, é que os dois voltem em segurança para casa.

Porém, o que torna o mais preocupante é o fato de que eles foram presos ao lado da inglesa Nazanin Zaghari-Ratcliffe. Uma mulher de origem iraniana que foi apresentar a filha para a família, mas acabou presa sob a acusação de espionagem. Ela está na cadeia desde 2016 e só deve sair em 2021.

O casal também está sendo acusado de espionagem. Porém o caso deles é ainda mais grave, pois os dois foram flagrados usando um drone para fotografar a cidade de Teerã. Eles não tinham autorização para o uso do dispositivo.

A última postagem dos dois foi feita no dia 26 de junho. Nela, eles anunciaram que estavam indo para o Paquistão. Por isso, acredita-se que eles estejam presos desde essa data.

Entretanto, o governo do Irã não confirmou essa afirmação. Pode parecer estranho, mas é assim que as coisas funcionam no país. Inclusive eles demoraram algumas semanas para revelar o nome do casal que havia sido preso.

Mark é australiano, assim como Jolie, porém ela também possui passaporte do Reino Unido.

Além do casal há mais um australiano sob custódia da polícia iraniana. Entretanto, não há informações a respeito dos motivos da prisão desse outro homem cujo nome é Dr Kylie Moore-Gilbert.

Blogueiros de Viagem

Em 2017 o casal decidiu abandonar os empregos de cada um para se dedicar ao blog.

Eles têm o costume de usar o drone para fazer as fotografias da página. Aliás, já tinham postado algumas imagens do país nas redes sociais.

De acordo com o marido de Nazanin Zaghari-Ratcliffe, a esposa dele retratou que o casal está em uma situação complicada. Ele afirmou que Jolie ficou “assustada, desorientada e intimidada depois de ter sido interrogada”.

O governo da Austrália afirmou que a prisão é arbitrária e está lutando pela liberdade do casal. O Reino Unido disse que também pedirá pela libertação dos dois.

Fontes 1, 2 e 3