Pular para o conteúdo

Atividade física: influencers são processados por ensinar

É muito importante praticar atividade física. Com o isolamento social, as pessoas começaram a se exercitar em casa. Por isso, buscaram a ajuda de vídeos online. Mas será que todo mundo está apto para ensinar?

De acordo com o Tribunal Regional Federal da 1ª Região só quem pode ministrar aulas de atividades que envolvam exercícios físicos e esportes é o profissional de Educação Física.

Ou seja, somente pessoas formadas na faculdade de Educação Física podem ensinar outras pessoas a fazer exercícios. Por isso, há uma série de influenciadores e celebridades sendo processadas por exercício ilegal da profissão.

É muito perigoso aprender a fazer atividade física com que não está apto para o ensino. Afinal, essas pessoas não tem conhecimento aprofundado do corpo humano e dos males que cada exercício pode causar.

Portanto, é muito mais fácil alguém sofrer uma lesão – que pode ser leve, mas também há o risco de ser grave.

Até o mês de junho, o CREF – Conselho Regional de Educação Física – já havia denunciado 22 influenciadores digitais por exercício irregular da profissão.

Além disso, o CREF anunciou que em junho já havia recebido um total de 66 denúncias, entretanto, 27 foram descartadas por não se encaixar em exercício irregular.

Atividade física em casa

Para que as práticas de educação física em casa sejam feitas com segurança, o CREF lançou uma série de normas para aulas online. Além disso, há um manual de 13 boas práticas para ministrar aula de atividade física online.

O documento do CREF também ressalta que:

“Se o Influenciador demonstra o que ele faz, sem sugerir ou orientar que seus seguidores façam a mesma coisa, não há o Exercício da Profissão e, portanto, não haverá ilicitude no seu ato. Por outro lado, caso haja sugestões de treino ou mesmo prescrições diretas, configura-se claramente o Exercício Ilegal da Profissão”.

Alguns dos processados

Algumas pessoas muito conhecidas do público foram recentemente processadas pelo Conselho Regional de Educação Física. Um dos casos mais recentes foi da atriz Claudia Raia e da cantora Pabblo Vittar.

As duas se manifestaram por nota de suas assessorias de imprensa e ambas afirmaram que não estavam exercendo a profissão. Entretanto, nos dois casos diversos profissionais de Educação Física se manifestaram criticando os vídeos.

https://www.instagram.com/tv/CC6Jza6H9ln/?utm_source=ig_embed
https://www.instagram.com/tv/B_yD1UKg2cX/?utm_source=ig_embed
22 de julho de 2021

HalloApp: ex-funcionários do WhatsApp criam nova rede social

Já imaginou uma rede social sem a presença de influenciadores ou publicidade? Essa é a proposta do HalloApp, a rede social que foi criada por dois funcionários que deixaram o…

27 de abril de 2020

Gabriela Pugliesi – Covid-19, festa e pedido de perdão

A influenciadora Gabriela Pugliesi foi uma das primeiras a revelar que estava com a Covid-19. Mas, desde o começo, algumas atitudes da influenciadora causaram polêmicas. Gabriela foi contaminada pelo coronavírus…

16 de novembro de 2020

Manu Gavassi é a influnciadora do ano do People’s Choice Awards

Com mais de um bilhão de votos, o People’s Choice Awards revelou os ganhadores da edição 2020. E a influenciadora do ano que representa o Brasil na categoria de estreia é…

10 de junho de 2021

Criação de vídeos: o que você precisa saber?

Hoje os vídeos são um formato de conteúdo cada vez mais comum nas diferentes redes sociais, além do YouTube. Por isso, seja no Instagram ou menos no Facebook, eles podem…

Rua Teodoro Sampaio, 2767 Sala 22 - Pinheiros, São Paulo, Brasil - CEP: 05405-250
thais@influu.me | imprensa@influu.me
CNPJ:19.354.277/0001-40

© Copyright influu.me - 2021
Todos os direitos reservados