Pular para o conteúdo

Adolescente brasileiro descobre falha do Instagram

Adolescente brasileiro premiado

Um adolescente brasileiro descobriu uma falha de segurança do Instagram. O rapaz de 14 foi recompensado pela plataforma. Venha ver o que ele fez.

Andres Alonso Bie Perez é um jovem de Minas Gerais. Na última semana ele virou notícia em vários portais por ter encontrado uma falha de segurança no Instagram.

Para quem não sabe, o Facebook tem um programa chamado “bug bounty”, ou seja, recompensa de bugs – em tradução livre.

Basicamente, o programa permite que usuários reportem problemas. Mas isso é incentivado por meio de uma recompensa. Foi assim que Andres ganhou o prêmio.

O rapaz estava tentando criar um aplicativo. A ideia era facilitar a replicação de filtros do Instagram. Mas, para isso, precisou aprender mais sobre esses recursos da plataforma.

Por isso, ele percebeu a falha. O criador poderia manipular os links dos filtros. Portanto, seria possível adicionar códigos, deixando o usuário mais vulnerável.

Isso deixa os usuários sem saber se estão com seus dados – e até mesmo contas – sendo roubados.

Por isso, o adolescente brasileiro foi recompensado com 25 mil dólares. Ou seja, cerca de R$140 mil.

Bug bounty – como funciona?

Existem vários sites com o programa bug bounty. Algumas delas são o Facebook, a Microsoft e o Google. Por isso, se você se interessar pela iniciativa, você deve se informar bem a respeito de todas as empresas envolvidas.

Basicamente, o programa consiste nas recompensas. Os usuários devem encontrar falhas de segurança nos sites e, em troca, recebem prêmios. Entretanto, não há um valor base de pagamento.

Portanto, nem todo mundo deve receber o mesmo valor. Afinal, tudo depende também grau de falha que você localizou.

Entretanto, também é preciso dizer que todas as empresas dizem valorizar a pessoa capaz de localizar os erros. Ou seja, provavelmente você receberia um valor relativamente alto.

No Facebook, o pagamento médio é de 1,5 mil dólares. Ou seja, cerca de R$ 8 mil.

Fonte

19 de maio de 2020

Bel para meninas: saiba a origem da nova polêmica

Bel para meninas Bel para meninas é um canal do YouTube que foi criado em 2013. Entretanto, ele só foi "bombar" em 2015. Atualmente, ela tem 14 anos e é…

5 de novembro de 2019

Twitter não permitirá anúncios políticos

Diferente de outras redes sociais, o Twitter não permitirá anúncios políticos. Por mais que isso tenha acontecido de repente, não chega a ser uma novidade tão grande. Afinal de contas,…

9 de outubro de 2018

Fortnite pode ter seu futuro mudado por vídeo do YouTube

Para quem está conectado na internet já ouviu falar, pelo menos uma vez, do game Fortnite. Considerado um dos maiores jogos do ano passado, neste ano não está sendo diferente.…

15 de fevereiro de 2021

Shopify se une ao Instagram e ao Facebook

O que é Shopify? Uma das grandes apostas do Instagram e do Facebook é a possibilidade de comprar nas plataformas. Mas ainda há muito a se aprimorar nessa opção. Por…

Rua Teodoro Sampaio, 2767 Sala 22 - Pinheiros, São Paulo, Brasil - CEP: 05405-250
thais@influu.me | imprensa@influu.me
CNPJ:19.354.277/0001-40

© Copyright influu.me - 2021
Todos os direitos reservados