fbpx
Pular para o conteúdo

Abuso infantil volta a ser polêmica no YouTube

Abuso Infantil

Abuso infantil é o centro de uma nova polêmica no YouTube. Mais uma vez a discussão é a respeito de limites na busca por views. Portanto, os produtores de conteúdo devem pensar cada vez mais antes de fazer as postagens.

Abuso infantil – ou maus tratos – é um conceito muito complicado de explicar. Por mais que pareça simples, a ideia e, portanto, as penas podem variar muito entre países.

O que, geralmente, se concorda é que é abuso infantil qualquer coisa que possa causar danos físicos, psicológicos, emocionais ou de saúde a uma criança.

No Brasil, questões relacionadas a maus tratos infantil são de responsabilidade do ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente. Mas nosso caso não aconteceu no Brasil e, por isso, não vamos focar nas questões do nosso país.

Enquanto isso, antes de seguir a leitura, temos uma dica para turbinar os resultados no Youtube e bombar as suas views. Veja abaixo o que preparamos para você:

O vídeo

Dessa vez a polêmica aconteceu com influenciadores do Egito. Ahmed Hassan e Zenap Mohamed são um casal e eles têm uma filhinha chamada Aileen.

O pai dela, Ahmed tem um canal há dois anos. Ele começou sozinho com vídeos de comédia, mas mudou para vlogs depois de ter se unido à sua esposa.

Atualmente o canal tem mais de 3 milhões de seguidores. Além disso, o vídeo pelo qual eles foram acusados de abuso infantil tem mais de 4 milhões de visualizações.

No vídeo Aileen está dormindo e seus pais ficam apertando suas bochechas, chamando o seu nome e balançando seus braços até ela acordar chorando. Essa ação se repete várias vezes.

Sempre que a neném chora, os dois dão risada, mostram a menina para câmera e nunca fazem nada para acalmá-la.

https://www.youtube.com/watch?time_continue=376&v=LqbC3PFMWEc

Por mais que não dê para entender o que eles estão falando é possível perceber o que irritou os seguidores do casal.

Aliás, falando dos seguidores, foram eles que denunciaram o casal por abuso infantil. Eles estão sendo investigados pelo Conselho Nacional para a Maternidade e Infância e, se condenados, eles podem pegar 5 anos de cadeia.

Além disso, há uma multa de 200 mil libras egípcias (cerca de 48 mil reais).

Teve alguma dúvida na leitura? Então, deixe nos comentários abaixo e aproveite para compartilhar este artigo nas suas redes sociais.
Preparamos um e-book gratuito para você otimizar o seu YouTube. Clique abaixo e faça o download.

Fontes 1, 2 e 3

Facebook Comments Box
5 de outubro de 2021

Redes sociais ficam fora do ar em todo o mundo

O mês de outubro de 2021 ficará marcado pelo dia em que as mais utilizadas redes sociais ficaram fora do ar por horas. Pessoas de todo o mundo precisaram seguir…

4 de agosto de 2021

Bye bye, Fleets: stories do Twitter chegam ao fim

Nesta terça (3), foi dia de dar adeus aos Fleets. E isso porque os stories do Twitter acabaram não sendo tão utilizados quanto o esperado. A despedida, porém, acabou rendendo…

29 de julho de 2021

Inteligência artificial do Facebook vai barrar perfis de crianças

O Facebook tem se empenhado em relação às políticas de proteção a crianças e adolescentes em suas plataformas. E agora, a rede social está implementando inteligência artificial para barrar perfis…

21 de julho de 2021

Nova forma de monetização no YouTube começa a ser testada

Prometida no começo de 2021, a ferramenta que permite a compra direta através de vídeos no YouTube finalmente está sendo testada. O novo mecanismo de monetização possibilita a aquisição imediata.…

Assine nossa newsletter e receba novidades!