5 dicas básicas de gramática para você não errar mais


Nós sempre dissemos que influenciadores devem ter cuidado com as regras gramaticais. Por isso, nós separamos algumas dicas básicas de gramática, mas que muita gente ainda erra.

É fundamental que influenciadores escrevam de uma forma que fale bem com o público. Entretanto, isso não quer dizer ignorar completamente a gramática. Quer dizer que você não precisa escrever de modo formal.

Ou seja, você pode usar “a gente” ao invés de “nós”. Além disso, pode optar por abreviações como “vc” ao invés de “você”. Mas também é importante saber a diferença entre “mas” e “mais”, pois esse tipo de erro pode afastar seguidores.

Se você tiver alguma outra dúvida gramatical pode nos enviar pelo Instagram.

Dito isso, vamos ver nossas 5 dicas básicas de gramática.

5 dicas básicas de gramática

Mas ou mais

As duas palavras tem uma grafia semelhante, entretanto possuem significados completamente diferentes.

Mais é utilizado para adição, ou seja, aumento de quantidade. Enquanto isso, mas é um tipo de “entretanto”.

Por exemplo: Coloque mais farinha de trigo do que maisena na sua receita.

Coloque farinha de trigo, mas não coloque maisena.

Enquanto no primeiro caso a receite contém farinha de trigo e maisena, mas em quantidades diferentes, no segundo caso só há farinha de trigo.

Tem ou têm

A diferença entre tem e têm é bem simples. Um está no singular (tem) e o outro no plural (têm)

Por exemplo:

Ele tem uma casa.

Eles têm uma casa.

A gente ou agente

Por mais que na fala não exista diferença entre “a gente” e “agente”, na escrita essas duas palavras se convertem em coisas completamente diferentes.

A gente é um substituto mais informal para “nós”. Para o uso de “a gente” é preciso mudar a concordância da frase, mas o sentido é o mesmo.

Exemplo: Nós vamos ficar em casa.

A gente vai ficar em casa.

Por outro lado “agente” se refere a uma pessoa que trabalha como agente.

Exemplos: Sou um agente de modelos.

A gente precisa contratar um agente para nossa filha.

Menos ou menas

Muitas pessoas erram tentando fazer concordância. A lógica é que “menos” combinaria com substantivos masculinos e, por sua vez, “menas” concordaria com os femininos.

Entretanto, não é assim que funciona. Menos concorda com as duas formas e menas é gramaticalmente incorreto.

Portanto, o certo – em termos gramaticais – é:

“Eu bebi menos água hoje”; “Hoje em dia eu tomo menos Coca-Cola”.

Seja ou Seje

Se alguém diz “Seje menas”, essa pessoa está brincando com erros gramaticais comuns. Pois, assim como o “menas”, seje também é gramaticalmente incorreto.

Portanto, a única forma que o português aceita é o seja.

Essas foram nossas dicas de hoje! Espero que vocês possam aproveitá-las.