fbpx
Pular para o conteúdo

3 erros que youtubers cometem ao negociar com marcas

Erros que youtubers cometem

Que as empresas estão olhando com bons olhos para influenciadores não é novidade. Que o AdSense do YouTube está pagando pouquíssimo e os youtubers buscam essa parceria com empresas também não.

Essa combinação justifica o Marketing de Influência ser a palavra do momento. Mas por se tratar de algo relativamente nova para ambas as partes, são comuns que tanto empresas quanto influenciadores cometam erros na hora de negociar.

Na maioria das vezes isso acontece por falta de conhecimento ou por empolgação. Os três principais equívocos dos influenciadores são:

Fazer propaganda de graça

Esse caso nem chega a ser enquadrado em marketing de influência. Muitos influenciadores inexperientes falam sobre produtos em seus vídeos sem serem pagos para isso.

Às vezes, acontece de só citar algum produto relacionando-o rapidamente com o conteúdo. Já em outras, o youtuber acha que ao fazer propaganda para alguma marca, ela vai olhar para ele e pensar “esse influenciador fala sobre nós, então vamos fazer uma campanha com ele”.

Porém não é bem assim que funciona. Em poucos casos essa prática saí como o youtuber planeja. Na maioria das vezes, a marca vai ver que você faz propaganda para ela de graça e vai concluir “para quê eu vou pagá-lo se ele eleva meu nome de graça?”.

Óbvio que isso não impede os influenciadores de falar sobre qualquer marca ou produto de graça. Até porque, muitas vezes o canal pede a citação de algumas marcas.

Um bom exemplo são canais de séries e cinema, é quase impossível não dar atenção aos filmes e às da Netflix, pois a gigantesca maioria do público usa o serviço de streaming e espera que o canal fale sobre essas produções.

Nesse caso, não falar sobre a marca frustraria as expectativas do público e prejudicaria o canal.

Aceitar valores baixos

Não aceite valores abaixo do mercado. Fazer campanhas por muito pouco fará com que as marcas usem isso contra você.

Sabendo que você aceita qualquer valor, elas pagarão menos do que deveriam em futuras campanhas. É necessário saber negociar, pois as empresas precisam de influenciadores tanto quanto os influenciadores precisam de empresas.

Esse caso é principalmente para youtubers sem assessoria ou intermediários, mas não exclusivos para eles. Até quem tem uma assessoria precisa estar sempre por dentro das campanhas que vai participar para ver se esta de acordo com seu conteúdo.

Caso você cuide sozinho do seu canal, pesquise, estude e pergunte para outros influenciadores os valores aproximados de cada campanha.

Não há uma tabela de preço para o marketing de influência, formato e valor variam de uma campanha para outra. Por isso, esteja por dentro do mercado e aprenda a negociar.

Escolher qualquer produto

Nesse caso não adianta negociar, se um produto não se encaixa no seu conteúdo não faça a campanha. A marca pode até pagar bem por essa divulgação, mas a sua imagem com seu público é mais importante.

Pode parecer besteira, mas se você começar aceitar qualquer campanha e esses jabás começarem a atrapalhar o conteúdo do seu vídeo, o seu público vai se desinteressar pelo canal.

E sem um público engajado, você não atrairá as marcas para futuras campanhas. Se o dinheiro for muito bom e você tiver precisando muito, então pense em uma maneira que ele se encaixe melhor no seu vídeo.

O importante é que esse merchandising complemente o seu conteúdo ou esteja bem inserido ali no meio. Sempre vise não transformar essa divulgação em um ruído, pois o público do YouTube quer conteúdo e não propaganda.

Facebook Comments Box
Tags
Compartilhe
19 de agosto de 2019

Direitos Autorais no YouTube – conheça as novas regras

As diretrizes de direitos autorais no YouTube vão mudar. Mas só para casos em que os direitos são violados de forma acidental. Geralmente, isso só acontece em vlogs, mas todos…

31 de julho de 2019

Fotos de Insta: influenciadora mostra que nem tudo é perfeito

As fotos de Insta O Instagram está cheio de fotos. Inclusive, cada vez mais pessoas procuram formas mais criativas para suas fotos de Insta. Porém, isso não significa que as…

30 de julho de 2019

Repostar conteúdo é algo que vale a pena?

Se você é um influenciador digital, você já pode ter pensado em repostar conteúdo. Com isso eu quero dizer que você já quis postar o mesmo conteúdo, na mesma plataforma.…

7 de agosto de 2018

O que é a regra dos 10% no YouTube?

Citei no texto "Como avaliar o engajamento de um influenciador?" o termo regra dos 10%. Apesar de ser pouco falada, essa expressão é uma das mais utilizadas na hora de…

Assine nossa newsletter e receba novidades!